Quanto você pagaria para ouvir Barack Obama? | Fábio Campana

Quanto você pagaria para ouvir Barack Obama?

Obama está no Brasil. Participa, como estrela, do Fórum Cidadão Global, evento realizado pelo jornal Valor Econômico e pelo banco Santander em São Paulo.
Pois, pois, empresários desembolsaram entre R$ 5.000 e R$ 7.000 para assistir a palestra do ex-presidente. De quebra, levam as falas do jornalista Martin Wolf, colunista do jornal Financial Times, e Robert Salomon, professor da escola de administração de empresas da Universidade de Nova York.
Obama tem outro compromisso em São Paulo: um encontro com onze jovens lideranças brasileiras, que ninguém sabe ao certo quem são, apenas que têm idades entre 23 e 36 anos. A organização deste evento foi feita pela Fundação Obama e corre em sigilo, os convidados assinaram um termo de confidencialidade no qual se comprometem a não divulgar horários, locais ou até mesmo que participarão do encontro com o ex-presidente.

(Foto: Fabrizio Bensch/Reuters)


7 comentários

  1. Doutor Prolegômeno
    quinta-feira, 5 de outubro de 2017 – 11:32 hs

    Não pagaria um dólar furado. Papo furado e conversa fiada pra boi dormir temos de graça no Brasil, à mancheia na mídia e em todos os cantos.

  2. serginho
    quinta-feira, 5 de outubro de 2017 – 13:41 hs

    Não pagaria nada para um dos representantes da NOM globalista pró-islâmico !!

  3. quinta-feira, 5 de outubro de 2017 – 14:56 hs

    melhor que (e reais) dos Lulas com certeza são!

  4. Sergio Silvestre
    quinta-feira, 5 de outubro de 2017 – 18:06 hs

    Pois é,ele está cobrando 1300000,00 ou 400 mil dolares etem filha da puta que acha que o Lula não deveria cobrar 200 mil reais ,.

  5. quinta-feira, 5 de outubro de 2017 – 18:20 hs

    Serginho, o lula é um retardado “experrto” o Obama alí é outro nivel !

  6. ANDROID
    quinta-feira, 5 de outubro de 2017 – 19:42 hs

    Nem um centavo.

  7. Juca
    quinta-feira, 5 de outubro de 2017 – 20:06 hs

    SS Calça Frouxa, palestras de Lula e Dilma de graça são caras demais. Nem para humoristas servem.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*