Pais protestam contra fechamento de colégio estadual em Curitiba | Fábio Campana

Pais protestam contra fechamento
de colégio estadual em Curitiba

Pais, professores e alunos estão revoltados com o fechamento de turmas no Colégio Estadual Padre Olímpio de Souza, no bairro Campina do Siqueira, em Curitiba. Segundo os funcionários, com a decisão de acabar com o sexto, sétimo, e o primeiro ano do Ensino Médio, em pouco tempo a escola não terá mais demanda para continuar a funcionar.

Procurada, a Secretaria da Educação (Seed), negou que a instituição vai fechar. Apesar disso, a população e os docentes continuam preocupados. Com informações da Banda B.

“No ano passado, o sexto ano já não abriu, por determinação da Secretaria. Agora nós recebemos essa notícia sobre o primeiro ano, que foi a maior surpresa e prova de que o colégio fechará aos poucos. Ou seja, os estudantes que hoje estão no nono ano serão mandados para outros colégios que, muitas vezes, ficam mais longe da casa deles. Agora os pais terão até que pagar condução para os filhos, coisa que não faziam antes”, contou uma funcionária do colégio, que preferiu não se identificar, em entrevista à Banda B.

A decisão teria sido tomada sob a justificativa de que a escola atende poucos alunos. “Os pais estão muito chateados, de verdade. Desse jeito, em 2018, nós teremos apenas oitavo e nono ano do Ensino Fundamental e o segundo e terceiro do Ensino Médio. Em 2019, sem novas aberturas, isso nos deixaria com apenas duas turmas. Como vamos continuar desse jeito?”, desabafou a funcionária.

Para tentar impedir o fechamento, a direção da escola resolveu criar um abaixo-assinado, que será distribuído para toda a comunidade, pais e alunos, que estão insatisfeitos com a situação. “A educação vem em primeiro lugar. Agora eles fecham o colégio e o prédio vai virar o quê? Um lugar de ‘malaco’”, comentou Sandro Rogério da Luz, dono de um açougue na região.

Apesar de não ter filhos na instituição, ele participa de um conselho que discute melhorias para a escola. “É um colégio bom, bem situado e muita gente do bairro não conhece. Por isso eu trabalho até recrutando pessoas para o local”, finalizou.

Outro lado

Em nota, a Seed informou que o colégio Padre Olímpio de Souza não vai fechar e que o processo de abertura de novas turmas depende da demanda de alunos.


Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*