Orçamento de Curitiba só fecha com mais impostos | Fábio Campana

Orçamento de Curitiba só
fecha com mais impostos

A Câmara de Vereadores recebeu nesta semana o orçamento municipal de 2018. Para que tudo dê certo, segundo a prefeitura, é preciso aprovar projetos que modificam o ISS (Imposto Sobre Serviços) e o ITBI (Imposto sobre Transmissão de Bens Imóveis). Os aumentos de impostos já estavam previstos no pacote de ajuste apresentado no começo do ano, mas foram retirados depois da pressão d a oposição e de entidades como a OAB.
Victor Puppi, secretário de Finanças, adverte que sem a aprovação do aumento, a prefeitura terá que cortar gastos.

Do jornal Metro

A prefeitura prevê receitas e despesas no mesmo valor, R$ 8,7 bilhões, mas esta previsão só vai se cumprir com a aprovação de projetos que modificam o ISS e o ITBI.

Arrecadação

Segundo um estudo da Secretaria de Finanças, a crise já derrubou o orçamento municipal aos níveis de 2012. A queda afeta a arrecadação do ISS – prevista em R$ 1,164 bilhão no ano que vem. O valor é parecido com o obtido seis anos atrás, quando foram recolhidos R$ 1,141 bi em valores reais.

A arrecadação despencou a partir ano passado: sofrendo quedas de 11,61% em 2016 e de 6,30% neste ano até julho. Já o ICMS, imposto que é repassado pelo governo do Estado, também deve ter um queda expressiva no ano que vem, de 12,5%

Aumentos previstos

Em dificuldade para fechar suas contas, a prefeitura de Curitiba prevê uma série de aumentos na arrecadação de impostos municipais. Neste mês já começou a tramitar na Câmara uma elevação do IPTU de 4%, mais o valor do inflação de 2017.

Se aprovada, a medida arrecadará R$ 67 milhões a mais no ano que vem em relação aos valores atuais. Além disso, um ‘reforço’ de R$ 16 mi até R$ 33 milhões está previsto com os aumentos no ISS. A estimativa é de um relatório da Secretaria de Finanças que embasou a lei orçamentária de 2018.

A mudança no ISS já fazia parte do pacote fiscal deste ano, mas a prefeitura recuou depois de pressão de entidades como a OAB. Um texto, modificado, foi protocolado na Câmara Municipal no mês passado e, segundo o secretário de Finanças, Victor Puppi, uma segunda parte deve chegar ainda nesta semana.

Por fim, o aumento do ITBI, imposto sobre transmissão de imóveis, também será reenviado, segundo Puppi.


8 comentários

  1. Fernando10
    quinta-feira, 26 de outubro de 2017 – 11:38 hs

    Para iniciar o corte de despesa, sugiro a demissão dos comissionados da secretaria municipal ocupada pelo filho do governador.

  2. Maquiavel
    quinta-feira, 26 de outubro de 2017 – 12:01 hs

    Conversa fiada…nas apresentações da LOA 2018, a SMF disse que há aumento da receita…agora quer aumentar ainda mais os impostos?

    Será que irão votar novamente na opera de arame? ou desta vez irão votar dentro da PCE?

  3. Clayson
    quinta-feira, 26 de outubro de 2017 – 12:10 hs

    O clero e a nobreza não querem pagar ?

  4. Adalberto Machado
    quinta-feira, 26 de outubro de 2017 – 12:19 hs

    Desse jeito não tenho dúvida, Rafael Greca não se elege nunca mais!

  5. FERNANDO
    quinta-feira, 26 de outubro de 2017 – 12:48 hs

    Caro Fabio, já mencionei anteriormente no seu respeitável Brog, hoje o empreendedor e empresário Curitibano não está mais investindo o seu dinheiro em Curitiba. A cidade está feia , falída e cara. Hoje quem quer tirar ou renovar um alvará na Prefeitura não consegue, além do mais os poucos que consegue a Prefeitura antes de emitir coloca mais obrigações ( ouvir antes de emitir o Corpo de Bombeiros, Secretária do Meio Ambiente). A título de informação seu Prefeito, o cidadão de bem que hoje têm dinheiro está investindo fora de Curitiba, principalmente no Estado de Santa Catarina. Senhor Prefeito, sugestão minha, pede para sair, renuncia ao cargo, pois você não vai enxugar a maquina pública. Sugestão para diminuir as despesas da Prefeitura. Prefeito, hoje a maioria dos médicos e dentistas que trabalham na Prefeitura, recebem mais de 20.000,00, minha sugestão , hoje está sobrando médicos e dentistas, diminua os salários deles para 5.000,00. Prefeito poderia aqui escrever mais de 10 folhas, como sugestão para diminuição das despesas da Prefeitura, mais como falta vontade por parte da administração paro por aqui.

  6. Carlos
    quinta-feira, 26 de outubro de 2017 – 14:53 hs

    Gostaria que o Sr. Fernando explicasse como é possível, do ponto de vista legal/trabalhista, diminuir o salário dos médicos e dentistas, dos supostos 20.000,00 para 5.000,00.

  7. Luizito
    quinta-feira, 26 de outubro de 2017 – 17:33 hs

    Vejam só. Existe um ditado popular que é antigo, mas real e válido para todos os tempos e todoas as pessoas. ” A língua é o chicote de bunda”
    Isso se aplica nesta gestão. Depois das promessas que foram feitas, para captar votos, sem o conhecimento real da situação economica, sem saber como estava a prefeitura e isso se aplica aos demais entes da federação, o prefeito prometeu muito sem poder dar. Disso tudo nas suas promessas a principal não se concretizou. A questão do trasnporte, dai , como costumeiramente êle , Grca, teve que a char culpados, pois antes era a gestão passada, agora decorridos 10 meses de gestão ou gestação, não nasceu o prometido para os eleitores, cerca de 460 mil.
    Portanto nas promessas feitas, o que restou , e ainda muito mmal, foi aquilo que era dito na campanha : ” Se não sabe fazer deixa que eu faço”. E agora aumento de impostos, demissão de vários secretários, falta de equipe, dominação externa, muita perfumariia e demagogioa, como por exemplo, lavar as calçadas, colocar a estátua de Confúcio, colocar flores ou coisa parecida na estátua do obelisco q

  8. Luizito
    quinta-feira, 26 de outubro de 2017 – 17:37 hs

    Vejam só. Existe um ditado popular que é antigo, mas real e válido para todos os tempos e todoas as pessoas. ” A língua é o chicote de bunda”
    Isso se aplica nesta gestão. Depois das promessas que foram feitas, para captar votos, sem o conhecimento real da situação economica, sem saber como estava a prefeitura e isso se aplica aos demais entes da federação, o prefeito prometeu muito sem poder dar. Disso tudo nas suas promessas a principal não se concretizou. A questão do trasnporte, dai , como costumeiramente êle , Grca, teve que a char culpados, pois antes era a gestão passada, agora decorridos 10 meses de gestão ou gestação, não nasceu o prometido para os eleitores, cerca de 460 mil.
    Portanto nas promessas feitas, o que restou , e ainda muito mmal, foi aquilo que era dito na campanha : ” Se não sabe fazer deixa que eu faço”. E agora aumento de impostos, demissão de vários secretários, falta de equipe, dominação externa, muita perfumariia e demagogia, como por exemplo, lavar as calçadas, colocar a estátua de Confúcio, colocar flores ou coisa parecida na estátua do obelisco.
    Isso tudo sem falar que havia prometido ajustar a data base do funcionalismo e agora de forma oportunista não vai fazer nada e pior ainda, quer que a sua equipe, que sabe o caminho das pedras, suportem a incompetência dos gestores nomeados politicamente. Pera lá Prefeito, mostre que você faz aquilo que sabe fazer ou pendsaremos que o reesultado …… é NADA.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*