Oposição quer adiar votação da denúncia contra Temer | Fábio Campana

Oposição quer adiar votação
da denúncia contra Temer

Líderes do PT, PDT, PSB e PCdoB se reuniram hoje pela manhã para arrumar uma estratégia e não permitir a votação da segunda denúncia de Temer que está marcada para amanhã. Rede e PSOL não participaram do encontro, mas comungam da decisão.
Para chegar ao objetivo eles contam com estratégia e sorte. A estratégia é nenhum dos deputados registrar presença na sessão com objetivo de derrubá-la por falta de quorum. Como a oposição não tem número suficiente para colocar o plano em prática, eles contam com a sorte dos dissidentes da base governista. Na análise da primeira denúncia, por exemplo, Temer teve o apoio de apenas 263 deputados, ante uma base governista formal de cerca de 350 parlamentares.
A ação é para estender ao máximo o desgaste do governo.
Enquanto o Brasil afunda, cada um puxa a corda para o seu lado. Os governistas têm mobilizado parlamentares da base a registrar a presença e atingir o número de 342 – a alguns não é pedido nem o voto favorável, apenas o registro de presença.


Um comentário

  1. PEDROCA DO SUDOESTE
    terça-feira, 24 de outubro de 2017 – 15:33 hs

    Como sempre e de praxe, com o PAÍS, com a população ninguém está preocupado. A oposição sabe que não tem votos para derrubar o relatório, fica fazendo joguinho de cena. É outra cambada, esses deputadinhos. Aliás a Câmara e o Senado são dois circos. Enquanto isso o povo que trabalha e produz fica só pagando impostos.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*