Maia: 'Não esperava ser chamado de criminoso' | Fábio Campana

Maia: ‘Não esperava ser
chamado de criminoso’

O Globo

Após o advogado do presidente Michel Temer, Eduardo Carnelós, emitir nota neste domingo na qual manteve críticas à divulgação dos vídeos da delação do doleiro Lúcio Funaro, que foram tornados públicos pela Câmara dos Deputados, o deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), presidente da instituição, reagiu duramente. Para Maia, a nota não elimina o erro por completo. Ele afirmou que os servidores da Casa devem processar Carnelós. E chamou o advogado de “incompetente” e “irresponsável”.

— Não esperava que o advogado do presidente Michel Temer pudesse me agredir dessa forma, me chamar de criminoso. E depois, vendo o erro que cometeu, ele deveria ter tido a coragem de recuar. O ser humano erra e deve admitir o erro — afirmou o presidente ao GLOBO, completando:

— Se ele quer admitir o erro pela metade, continua dizendo que eu e os servidores da Câmara somos criminosos. Sou o presidente da Câmara e o responsável por publicar aquilo que foi autorizado pelo Supremo (Tribunal Federal).


Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*