Lerner, o melhor para São Paulo e mais 200 cidades do mundo – menos para Curitiba | Fábio Campana

Lerner, o melhor para São Paulo e mais 200 cidades do mundo – menos para Curitiba

Jaime Lerner foi chamado por Dória para desenhar projeto para revitalizar o centro de São Paulo, não porque foi um prefeito inovador que colocou Curitiba no mapa mundial como exemplo a ser seguido, não por razões políticas, não por semelhanças ideológicas. Jaime Lerner é urbanista renomado, premiado, experiente e internacionalmente respeitado. Seu escritório desenvolve projetos para mais de 200 cidades no mundo todo.
A razão técnica da escolha de Dória parece não inspirar os sucessivos prefeitos de Curitiba. Por aqui os governantes têm medo da sombra, da comparação, do talento de Lerner. A cidade despreza, há anos, as possibilidades de ter um dos melhores do mundo pensando soluções para nossos problemas urbanos.
Na semana passada, durante a apresentação do projeto de requalificação da região central de São Paulo, Lerner deu o recado: “Curitiba ainda é uma grande cidade e ela pode retomar facilmente todas as conquistas que já teve. Não é difícil. Falta um comprometimento em fazer, em começar, em continuar inovando sempre. Conheço os profissionais da equipe da prefeitura e sei que eles são capazes de fazer isso”.
Resta saber se a atual prefeitura vai continuar com maquiagens sem sentido a chamar de ‘espaço cultural’ uma rotatória para carros, em que pedestres não podem nem chegar perto, como fez Greca na inauguração da estátua de Confúcio no Centro Cívico.

(Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil)


14 comentários

  1. José
    terça-feira, 3 de outubro de 2017 – 10:50 hs

    pede para ele, fazer um projeto de implantação de praças de pedágio, nisso ele é campeão.

  2. Povão
    terça-feira, 3 de outubro de 2017 – 11:03 hs

    Acho que Lerner não quer vir para Curitiba, para não precisar cruzar com pulhas tipo Requião e Greisy!!

  3. lara batista
    terça-feira, 3 de outubro de 2017 – 11:32 hs

    já ganhou para toda a eternidade nas praças de pedágio

  4. eleitor desmemoriado.
    terça-feira, 3 de outubro de 2017 – 13:42 hs

    o Jaime é a prova viva de que santo de casa não faz milagre, todo mundo acredita nele, menos nós os curitibanos.

  5. Sergio Silvestre
    terça-feira, 3 de outubro de 2017 – 13:44 hs

    Governador ausente,ficou 4 anos sem ir na segunda maior cidade do estado onde teve 70% dos votos,ilhou a cidade com pedágios caríssimos e inviabilizou qualquer empresa a pagar o preço,agora eu conheço bem o centro de Curitiba e periferia,eu acho que voces são sadomasoquistas em achar que essa cidade é modelo a ser seguido,isso ai é 99% propaganda enganosa,transito caótico e povo metido a boi do cu branco.

  6. Mimi
    terça-feira, 3 de outubro de 2017 – 14:18 hs

    Vai Pedagiar para entrar no centro de São Paulo.
    E já leva o grupo de interesse.

  7. Décio
    terça-feira, 3 de outubro de 2017 – 14:45 hs

    Sobre pedágio e condenações na Justiça: ele comenta também?

  8. Luizito
    terça-feira, 3 de outubro de 2017 – 16:19 hs

    Essa turma que está falando mal do Jaime Lerner, estão classificados em alguns grupos: Dor de cotovelo, Dor de Corno, daqueles que pensam que sabem fazer e não fazem nada entrte outros.
    Se essa turma que não tem história, não aprenderam nada até hoije e ainda esqueceram 50% mal sabem que o pedágio proporcionou uma melhoria de trânsito nas rodovias pedagi
    Esse povo morte de inveja por não conhecer e nem ter tido competência para fazer acontecer . Se esse povo tivesse o cérebro de tamanho igual a uma ervilha já podiam constatar e comparar o antes e depois dos pedágio, já poderiam constatar as condições das estradas não pedagiadas e com obrigatoriedade de conservação, manutenção pública.
    Aqui em Curitiba, , aliás isso é sói para quem sabe e não para curioso sem buscar a história, podermos dizer que muitos desses andam de ponibus que já foi modelo para o Brasil e diversas cidade do mundo, passam seus finais de semanas nos parques, usam as vias rápidas, constroem com os potenciais construtivos.
    Muitos esquecem que Curitiba, se divide em antes e depois de Jaume Lerner.
    Então pessoal , o cotovelo dói, o chifre idem e a inveja mata. Pesquisem, estudem e procurem saber o que foi feito com Jaime Lerner e o que está sendo feito atualmente.

  9. Juca
    terça-feira, 3 de outubro de 2017 – 16:56 hs

    SS Calça Frouxa, você conhece muito bem a favela Bratac em Londrina onde você se esconde!

  10. Eurico Dutra
    terça-feira, 3 de outubro de 2017 – 17:07 hs

    A vaidade cega e impede as pessoas de serem justas. Lerner jamais ressalvou que não foi o artífice de tudo, ou reconheceu o papel fundamental de Ivo Arzua, que idealizou e criou o IPPUC e aprovou o plano diretor de 66. Lá foram estabelecidas todas as inovações das quais ele não se constrange até hoje de colher os louros sozinho.

  11. antonio ricardo palma
    terça-feira, 3 de outubro de 2017 – 17:46 hs

    Seria bom que alguém melhor informado ,fala a verdade sobre os pedágios , isto é o verdadeiro mentor do pedágio e que nunca tem coragem de assumir e que fica só criticando mas não faz nenhuma ação em prol dos paranaenses.

  12. Língua de Krocodillo
    terça-feira, 3 de outubro de 2017 – 18:21 hs

    Lerner para São Paulo…E Mauro Ricardo para o Paraná!!!

    Quem ganha?

  13. Língua de Krocodillo
    terça-feira, 3 de outubro de 2017 – 18:25 hs

    Agora, eu acredito nas intenções do Mauro Ricardo…Porque o Lerner governou para os “amigos” e deixouuuuuuuuuuuuuu o caixa do Estado quebrado!!!

    E se duvidarem leiam os balanços do Estado no período que ele governou, principalmente as contas do ultimo ano…Eu vi…

  14. terça-feira, 3 de outubro de 2017 – 23:57 hs

    Canalha

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*