Legislar em causa própria | Fábio Campana

Legislar em causa própria

É impossível achar que os parlamentares tratarão de forma isenta as decisões que o Supremo tomará na próxima quarta-feira a respeito do afastamento do mandato político sem aval do Congresso.
Se a Corte votar favorável a isso, decidindo o futuro de quem está envolvido em maracutaias, os Senadores, conforme publicou o Estadão, ameaçam interferir na Operação Lava Jato impedindo que os delatores comecem a cumprir a pena antes da sentença do juiz. No caso da Odebrecht, por exemplo, o Supremo determinou que a pena deveria ser aplicada logo após a homologação do acordo, mesmo para os colaboradores que não foram condenados ou formalmente investigados.
E os deputados? Obviamente pensam igual.


Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*