Ensino de italiano nas escolas municipais | Fábio Campana

Ensino de italiano nas escolas municipais

Mama mia! A notícia trazida pela visita do cônsul geral da Itália, Raffaele Festa, na Câmara de Vereadores, dá conta de uma parceria entre o Centro de Cultura Italiana e a Prefeitura de Curitiba para levar o ensino regular da língua italiana a alunos do ensino fundamental da capital. O projeto piloto começará em março de 2018.
A iniciativa é bacana, conhecimento nunca é demais, mas como a ideia é introduzir a nova matéria na grade curricular, a pergunta que fica é qual disciplina será retirada do currículo para dar espaço a mais uma aula.
O Cônsul garantiu que o material didático será fornecido pelo governo italiano. Ainda não sabemos quem serão os profissionais a ministrar as aulas.
As escolas escolhidas para dar início ao programa são aquelas que concentram maior número de descendentes italianos, no total cinco em três bairros: Água Verde, Umbará e Santa Felicidade.


4 comentários

  1. Juca
    quinta-feira, 5 de outubro de 2017 – 19:48 hs

    Enquanto isso os alunos não aprendem nem a língua portuguesa ainda mais com esse bando de professores doutrinados pelo PT!

  2. CAÇADOR DE VERMES PETISTAS
    sexta-feira, 6 de outubro de 2017 – 8:32 hs

    Precisa mesmo é uma renovação total no ensino a começar com aula de doutrinação dos professores para que estes deixem de profetizar besteiras petistas e tentar enfiar na cabeça de nossos filhos a doutrina maldita do PT.

    Educação moral e cívica, astear da bandeira uma vez por semana cantando o hino nacional é mais importante do que aprender italiano

  3. eleitor desmemoriado
    sexta-feira, 6 de outubro de 2017 – 15:21 hs

    Muito 10, mas quem vai bancar os professores? A prefeitura é que não. Quem sabe aí a piazada se toca e começa a levar o ensino do português mais a sério.

  4. eleitor desmemoriado
    sexta-feira, 6 de outubro de 2017 – 15:21 hs

    Muito 10, mas quem vai bancar os professores? A prefeitura é que não. Quem sabe aí a piazada se toca e começa a levar o ensino do português mais a sério.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*