Delator da Publicano vai morar na praia | Fábio Campana

Delator da Publicano
vai morar na praia

O jornalista José Pedriali adianta nesta quarta-feira, 25, que o delator da Publicano, ex-auditor Luis Antônio de Souza, vai morar na praia. “Dois anos e meio depois da eclosão do caso, sabemos pela Folha de Londrina que Souza, em regime de prisão domiciliar, foi autorizado a se mudar para o litoral paranaense por motivo de “foro íntimo”. Logo, logo vai estar se esbaldando nas areias das praias paranaenses”, escreve Pedriali.

No artigo “Mensagem da Operação Publicano: a delação compensa todos os crimes”, Pedriali faz um histórico da operação, das chantagens e benefícios que recebeu seu principal delator. “Souza foi flagrado extorquindo empresários em troca de seu silêncio, crime que, segundo o MP, envolveu seu advogado. Os benefícios da delação foram suspensos, cogitava-se em revogá-la…”.

“O achaque deu mais certo do que o que Souza fizera ao empresário para manter silêncio, pois, em vez de punição, voltou a ter a indulgência plenária na linha do horizonte, bastando para isso entregar mais um imóvel à Justiça. E ele “esqueceu” de denunciar os investigadores pela adulteração”, adianta Pedriali.


Um comentário

  1. ANDROID
    quarta-feira, 25 de outubro de 2017 – 15:48 hs

    – É isso aí! Ministério Público ajudou-o na lavagem de ativos, pois, esquentou o patrimônio roubado e, ainda, se orgulham do feito. Não tiveram vergonha de afirmar, para se safarem da fraude processual acusada pelo delator, que caíram num “EMBUSTE” quando da pactuação de um aditivo de contrato já rescindido, a devolver ao delator e pedófilo os benefícios da delação, incluindo-se aí a grana surrupiada. AÍ POPULAÇÃO DE PARANAGUÁ, LONDRINA EXPORTOU O PEDÓFILO. ELE ESTÁ AÍ. MENININHAS QUE SE CUIDEM!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*