TRE adia decisão e Garotinho permanece preso | Fábio Campana

TRE adia decisão e Garotinho permanece preso

Radar on-line, VEJA

A prisão foi determinada pelo juiz Ralph Manhães, da Justiça Eleitoral de Campos dos Goytacazes, no norte fluminense. Ele foi condenado por compra de votos nas eleições municipais de 2016.

Garotinho foi levado enquanto apresentava seu programa numa rádio do Rio no último dia 13. Ele está em prisão domiciliar e proibido de conceder entrevistas.

Mulher de Garotinho, Rosinha afirmou que o adiamento “reforça a parcialidade do Tribunal Eleitoral”.


Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*