Sexo para fechar acordo de delação | Fábio Campana

Sexo para fechar acordo de delação

Se tem uma coisa que Joesley sabe fazer, é surpreender o Brasil a cada novidade que envolve o seu nome. Mas desta vez, ele exagerou…
Num dos trecho dos áudios entre Joesley Batista e Ricardo Saud que vieram à tona na última semana, o empresário se diverte ao afirmar que cogitava usar até sexo para fechar o acordo de delação. Em determinado momento, Joesley diz que deu ordem para o advogado da empresa Francisco de Assis e Silva transar com uma das profissionais envolvidas na negociação com o Ministério Público Federal.
“Eu já falei para o Francisco, você tem até domingo que vem para c… a (…). Se não, eu vou c… Francisco, é trabalho, viu! Vou te dar até domingo que vem. Se não, eu vou fazer o serviço.”
Segundo Joesley, o sexo, nesse caso, deveria ser encarado como um trabalho de um funcionário da empresa para ajudá-la a alcançar seus objetivos. “Não é fetiche, não, velho, Um de nós tem que botar ela na cama.”
O empresário vai além na baixaria e diz que contratou uma pessoa do sexo masculino para prestar esse tipo de atividade.
“Eu já arrumei um v… pra d… para quem a gente precisar. Sério, já tenho contratado um”, afirmou Joesley a Saud. “É o seguinte, ou vai no amor, ou vai na… É serviço, cara”, explicou. “Nós vamos ajeitar a (nome de mulher), nós vamos ajeitar o (nome de um homem). Vamos ver o que cada um está precisando”, finalizou.


4 comentários

  1. quarta-feira, 6 de setembro de 2017 – 13:56 hs

    SOMENTE EM UMA REPÚBLICA PROSTITUTA ISSO SERIA POSSIVEL!!!

  2. Azedo
    quarta-feira, 6 de setembro de 2017 – 15:46 hs

    Já que eles estão com tanta vontade sexual reprimida, vamos apresentar o negão pé de mesa na penitenciária quando esses bandidosley chegarem presos!

  3. Palpiteiro
    quarta-feira, 6 de setembro de 2017 – 18:56 hs

    Quem será que gostava de uma entrada pelos fundos?

  4. Palpiteiro
    quarta-feira, 6 de setembro de 2017 – 19:03 hs

    Pelo jeito alguém importante gostava do marquês de rabicó.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*