Risco Brasil cai a níveis de pré-reeleição de Dilma | Fábio Campana

Risco Brasil cai a níveis de pré-reeleição de Dilma

O Risco Brasil mede o grau de confiança do mercado na economia do país e chegou a 250 pontos em maio, nível que nunca foi atingido desde que Dilma foi reeleita, em 2014. O índice, usado com base para investimentos estrangeiros, já caiu 36,5% em relação aos 394 pontos registrados no dia seguinte à aceitação do impeachment pela Câmara dos Deputados e segue com viés de queda pela melhora na economia. A informação é do colunista Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

O Risco Brasil caiu de 394 para 309 entre a votação do impeachment na Câmara e a cassação de Dilma no Senado. Com Dilma no comando do governo e da economia, o Risco Brasil chegou a atingir 548 pontos, nível 107% maior do que quando assumiu. O maior nível registrado pelo Ipea na série histórica, desde 1994, foi de 2.436 em setembro de 2002, um mês antes da eleição de Lula.


2 comentários

  1. Sergio Silvestre
    domingo, 10 de setembro de 2017 – 15:28 hs

    Quero ver o nível do pedreiro,pintor ,aposentado,melhorar para rentista não enche barriga de ninguem.

  2. Político
    domingo, 10 de setembro de 2017 – 17:00 hs

    Foi só o PT (Lula, Dilma e outros) deixar o poder que o pais começou a melhorar. Apesar de Temer. Por aí, dá para ver o que essa gente causou ao país. Fome e desilusão.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*