Reni Pereira sofre acidente em casa e é internado; audiências da Operação Pecúlio foram suspensas | Fábio Campana

Reni Pereira sofre acidente em casa e é internado; audiências da Operação Pecúlio foram suspensas

Do G1PR

As audiências da Operação Pecúlio marcadas para esta sexta-feira (15) foram suspensas por conta de um acidente sofrido pelo ex-prefeito de Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, Reni Pereira (PSB). Ele é réu em uma ação penal que investiga um suposto esquema de corrupção na prefeitura e acusado de ser o líder da organização criminosa.

Segundo o advogado de Reni, Vitor Sprada, o ex-prefeito estava em casa e caiu de uma altura de cerca de quatro metros. Na queda, ele bateu a cabeça e aparentemente perdeu a memória recente. “Ele não lembrava que tinha ocorrido a queda, por exemplo”, comentou.

Reni foi levado ao hospital e permanece internado para avaliação médica. “Ele ficou inconsciente decorrente do traumatismo”, reforçou o advogado. “O trauma causou dores e dificuldade de locomoção”, completou.

Das oito testemunhas de defesa arroladas para esta sexta, apenas uma foi ouvida. As audiências foram suspensas por conta do acidente, já que Reni vinha acompanhando todos os depoimentos. Ainda de acordo com Sprada, as oitivas deverão ser retomadas na próxima semana.


10 comentários

  1. Valpersou
    sábado, 16 de setembro de 2017 – 0:03 hs

    KKKKK FAÇA ME RIR……

  2. FUI !!!
    sábado, 16 de setembro de 2017 – 5:47 hs

    Esta é um boa desculpa para não depor. Queda e trauma de cranio
    com amnésia… esta é boa…

  3. Mariana
    sábado, 16 de setembro de 2017 – 8:22 hs

    pilantragem, no minimo… alguem duvida? Queda foi Sugestão advogado? Isso cheira esquecimento dos crimes que comentou.. nao vai lembrar nenhum….Pode?

  4. Veredito
    sábado, 16 de setembro de 2017 – 8:59 hs

    Se este camarada caiu de uma altura de quatro metros, deve apresentar sinais do acidente e não somente na cabeça, (certamente com ferimentos visíveis e até perda de sangue).que o faz esquecer de fatos, inclusive da dita queda.
    Existe perícia para saber da verdade .Mostrem a foto dele no hospital, afinal trata-se de um acusado de tirar o dinheiro da merenda das crianças e dos remédios das unidades de saúde de Foz do Iguaçu e não um zé ninguém.

  5. ricardo
    sábado, 16 de setembro de 2017 – 10:24 hs

    Se a moda pega kkkkkkkkkkk, vai ter gente caindo de alturas mais altas

  6. Sergio Silvestre
    sábado, 16 de setembro de 2017 – 10:28 hs

    Esse vagabundo tava solto e em casa?

  7. Moisés Fróes
    sábado, 16 de setembro de 2017 – 10:29 hs

    Meu Deuuuussss!!!! Não vai lembrar nem do nome.

  8. Genildo
    sábado, 16 de setembro de 2017 – 11:59 hs

    Geeeeente! Que isso?
    Falta de vergonha na cara…….. isso nem é homem!

  9. Jair Pedro
    sábado, 16 de setembro de 2017 – 12:01 hs

    Será que esqueceu onde guardou o dinheiro?

  10. sábado, 16 de setembro de 2017 – 12:04 hs

    Que vergonha, ou que covardia. Foi capaz de fazer o que fez, assumir não. Esse é o verdadeiro pilantra. Esqueceu do que causou. Que alguém exija comprovação técnica laudo médico, . Como pode ter uma queda de 4 metros. E os traumas, lesões… vergonhoso

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*