Paulo Bernardo continua como 'cidadão honorário' de Curitiba | Fábio Campana

Paulo Bernardo continua como ‘cidadão honorário’ de Curitiba

No início do ano, em um de seus raros projetos que não envolve a causa animal, Katia Dittrich havia pedido a revogação da cidadania honorária concedida ao petista Paulo Bernardo.
Mas parece que a vereadora não foi convincente. Não dá para saber se é porque também está envolvida em escândalo (depois de ser acusada de exigir parte do salário de seus funcionários de gabinete) ou se porque lhe faltaram argumentos.
O fato é que a Comissão de Educação, Cultura e Turismo da Câmara Municipal, responsável pela análise das homenagens dadas pelo Legislativo, devolveu o projeto a Katia, com o argumento de que medidas desse tipo só sejam tomadas pela Câmara de Curitiba após a condenação do homenageado, “em respeito ao princípio da presunção da inocência”.
Para a ‘vereadora dos animais de rua’, pode ser um ponto positivo, até que sejam concluídas as investigações sobre o seu caso, ela é inocente, igual a Paulo Bernardo.


Um comentário

  1. Doutor Prolegômeno
    quinta-feira, 21 de setembro de 2017 – 11:05 hs

    Curitiba merece.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*