"O povo é quem decide" | Fábio Campana

“O povo é quem decide”

Um dia após o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), defender enfaticamente a intenção de concorrer à Presidência da República, o prefeito da capital paulista, João Doria (PSDB), afirmou nesta sexta-feira, 1, que seu padrinho político – e adversário velado na disputa interna tucana pela candidatura ao Planalto – tem todo o direito de anunciar a sua intenção, mas que o povo é quem vai decidir quem será o melhor candidato.

Quando questionado se a declaração do governador, que disse na quinta-feira, 31, em uma agenda pública, que pretende ser “o candidato do povo brasileiro”, o prefeito respondeu: “Geraldo tem todo direito de anunciar que vai disputar a Presidência da República, mas os tempos caminham. Aprendi com Geraldo Alckmin e Fernando Henrique Cardoso que a melhor decisão referente à candidatura vem do povo”. As informações são do Diário do Poder.

Doria e Alckmin usam o “povo” como arma para conquistar a vaga. Enquanto o governador paulista afirma querer ser o candidato do “povo brasileiro”, com a intenção de não ter sua imagem vinculada à elite política tradicional, Doria vê nas pesquisas eleitorais a saída para viabilizar sua caminhada ao Planalto.

Evento. No começo de seu discurso no primeiro evento em Paris, Doria foi interrompido por uma manifestante brasileira que ergueu um cartaz escrito “Fora Temer” e gritou em francês palavras de ordem “contra o golpe de Estado no Brasil”. Nos arredores do local onde ocorre fórum, um pequeno grupo de brasileiros distribuiu um panfleto em francês chamando o tucano de “higienista” e criticando a ação da Prefeitura na Cracolandia.

Durante coletiva de imprensa, duas brasileiras questionaram o prefeito como se fossem jornalistas. Doria chegou a discutir com as duas: “A senhora precisa estar melhor informada”, respondeu o tucano.


4 comentários

  1. Palpiteiro
    sábado, 2 de setembro de 2017 – 14:31 hs

    Esse sinal com dedos no meu tempo tinha outro significado, para dois orifícios ao mesmo tempo. No caso dele deve ser uma mania de enfiar o dedo na tomada de 220v.

  2. Rock
    sábado, 2 de setembro de 2017 – 17:26 hs

    Não sou tucano e jamais serei mas se tivesse com um revolver na cabeça e tivesse que escolher para salvar a minha vida entre esse Dória e o Alckmin mil vezes optaria pelo segundo

  3. bs
    sábado, 2 de setembro de 2017 – 20:51 hs

    Mais um TUCANO mostrando que é bom moço, de familia rica, Acordem estamos vivendo isto no Paraná.

  4. Sapo Eletrico
    domingo, 3 de setembro de 2017 – 1:23 hs

    Uma resposta tipo “nariz de cera” é aquela resposta genérica que serve para todas as perguntas.

    É exatamente este tipo de resposta que o Doria deu!

    Dória é mais um político sem ideologia, nem militância politica, forjado nas imagens da mídia televisiva.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*