O pânico de Wesley | Fábio Campana

O pânico de Wesley

Eu hoje me vi em pânico, porque eu penso, como é que nós vamos fazer? Temos uma responsabilidade de um grupo econômico. E não é pelo lado patrimonial. Um grupo representa para nós como um filho. Você entra na frente de uma pessoa que vai atirar em um filho‘.
Wesley Batista, em audiência de custódia, ato judicial que tem por objetivo permitir aos juízes a verificação da legalidade de prisões.

(Foto: Reuters)


5 comentários

  1. Doutor Prolegômeno
    quinta-feira, 14 de setembro de 2017 – 11:03 hs

    Deviam ter pensado nisso quando começaram a delinquir. Enquanto foi bom para os negócios, tudo estava bem.

  2. Luiz Artur Gapski Pereira
    quinta-feira, 14 de setembro de 2017 – 11:12 hs

    Deveria ter pensado nisto antes kkkkkkk.

  3. quinta-feira, 14 de setembro de 2017 – 11:51 hs

    na pior das hipóteses vc. volta pro açougue !

  4. JÁ ERA...
    quinta-feira, 14 de setembro de 2017 – 16:51 hs

    Tanto o Joesley quanto Wesley jamais imaginaram que a estas al-
    tiras do campeonato seriam presos. Uma dupla que herdou o açou-
    gue do pai e transformou em um império jamais deveria desonrar o
    digno pai. Hoje devem estar sentindo saudades do ap de Nova York.

  5. FUI !!!
    quinta-feira, 14 de setembro de 2017 – 16:52 hs

    Para uma dupla que contemplavam o Central Park em Nova York
    e hoje contemplar o Central Jaula… é de morrer !!!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*