Ministro se declara impedido de julgar irmãos Batista | Fábio Campana

Ministro se declara impedido de julgar irmãos Batista

Por seguir, como sigo, a rigorosa prerrogativa de não emitir qualquer juízo —por perfunctório que seja— sobre a conduta, ainda que censurável, de pessoas em relação às quais não me sinto distante e isento, vejo-me na contingência de afirmar a minha suspeição, neste caso, o que ora faço no intuito de preservar a imparcialidade que se requer de qualquer julgador“, que trocando em miúdos significa que Napoleão Nunes Maia se declarou suspeito para julgar o pedido de habeas corpus dos irmãos e sócios da JBS, Wesley e Joesley Batista, que estão presos em São Paulo.
Esmiuçando mais um pouquinho: o advogado, delator e comparsa dos Batista, Francisco de Assis e Silva, andou falando por aí que o ministro Napoleão era uma espécie de chapa da turma, que poderia atuar a favor da JBS.


Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*