Metalúrgicos protestam | Fábio Campana

Metalúrgicos protestam


Metalúrgicos da Grande Curitiba realizaram atos de protesto na porta das fábricas. “Contra o corte de direitos, contra a Reforma Trabalhista e contra o fim da Aposentadoria”. O trânsito ficou paralisado nas marginais das BRs.

Segundo o Sindicato dos Metalúrgicos, cerca de 20 mil trabalhadores de 8 fábricas na Cidade Industrial, São José dos Pinhais e Araucária participaram das manifestações.

Trabalhadores das unidades da Volvo, Bosch, CBH e WHB, na Cidade Industrial de Curitiba, da Renault e empresas do PIC da Audi, em São José dos Pinhais, e da Brafer, em Araucária, realizaram assembleias em frente a porta das fábricass


2 comentários

  1. A CULPA É DO FHC
    quinta-feira, 14 de setembro de 2017 – 16:32 hs

    ACABOU A MAMATA

    OS SINDICALISTAS PROFISSIONAIS ESTÃO COM OS NERVOS A FLOR DA PELE.

    É QUE COM A REFORMA TRABALHISTA CHEGOU AO FIM A CONTA BANCÁRIA GORDA ABASTECIDA COM A CONTRIBUIÇÃO OBRIGATÓRIA DOS SINDICALIZADOS.

    AGORA TEM QUE PEGAR NO BATENTE, NÃO ADIANTA CHORAR, TE QUE TRABALHAR! MAS ESSE PESSOAL DO SINDICATO NÃO É ACOSTUMADO A LABUTA DIÁRIA, PREFEREM FICAR “MAMANDO” NAS GORDAS TETAS DO EXTINTO IMPOSTO SINDICAL, OU DAS BENESSES DO GOVERNO PETISTA.

    PERDEU PLAYBOY: PORQUE AS DUAS RIQUÍSSIMAS FONTES DE RENDA SECARAM, A MORDOMIA ACABOU.

    JÁ ERA MAIS DO QUE IMPRESCINDÍVEL QUE ESSE TIPO DE MOLEZA TIVESSE SEU FIM. O BRASIL É O PAIS COM O MAIOR NÚMERO DE SINDICATOS NO MUNDO.

    O SETOR SINDICAL É UM CÂNCER QUE DEVE SER EXTIRPADO DO BRASIL, PORQUE COMPORTA SOMENTE PICARETAS DO DINHEIRO DO TRABALHADOR.

    ALGUÉM JÁ VIU A PRESTAÇÃO DE CONTAS DE UM SINDICATO??

    JÁ VIU ONDE MORAM OS PRESIDENTES E DIRETORES DE SINDICATOS?? OS CARROS QUE POSSUEM, SEUS IATES??

    TUDO BANCADO COM O DINHEIRO DO TRABALHADOR.

    FORA SINDICATOS,

    DIRETORES VÃO TRABALHAR, SE É QUE SABEM O QUE É ISSO!!

  2. jorge Hardt Filho
    quinta-feira, 14 de setembro de 2017 – 21:43 hs

    Apoio o comentário anterior

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*