Mantega faz acordo | Fábio Campana

Mantega faz acordo

O ex-ministro da Fazenda Guido Mantega fechou um acordo com o Ministério Público no Distrito Federal para dar informações sobre operações do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Este acordo não é uma delação premiada, mas, sim, um termo de compromisso.

Na delação premiada, a pessoa reconhece que cometeu crime e, por fornecer informações, recebe benefícios como redução de pena ou progressão de regime. Já no termo de compromisso, a pessoa não precisa reconhecer crime. Ela fornece informações e recebe benefícios em troca. As informações são do G1.

Para Mantega apresentar informações sobre o BNDES, o acordo prevê que o Ministério Público não pedirá a prisão do ex-ministro.

O termo de compromisso ainda precisa ser homologado pela Justiça Federal de Brasília.

Operação Bullish

O acordo foi fechado entre Mantega e o Ministério Público no âmbito da Operação Bullish, deflagrada em maio deste ano.

A Polícia Federal investiga fraudes em aportes concedidos pelo BNDES por meio do BNDESPar (braço do banco que compra participações em empresas como forma de empréstimo) ao frigorífico JBS.

Os donos da JBS, os irmãos Joesley e Wesley Batista, e alguns outros executivos da empresa fecharam acordo de delação premiada com o Ministério Público na Operação Lava Jato.

Segundo Joesley, Mantega atuou para beneficiar a JBS no banco. No depoimento, o empresário acrescentou que, sem a “pressão” do ex-ministro, a JBS não teria conseguido empréstimo para comprar a empresa Swift Argentina.

Uma CPI foi criada no Congresso Nacional para investigar repasses do BNDES.


5 comentários

  1. naldo
    sábado, 2 de setembro de 2017 – 20:22 hs

    Asurdo total., o amigão e protetor do luladrão , Ivan Marx esta usando o seu cargo no MPF para proteger e blindar a mafia criminosa PT. Esse acordo com o bandido mantega promovido por esse sujeito é um tapa na cara dos Brasileiros.

  2. perguntador
    sábado, 2 de setembro de 2017 – 23:59 hs

    Procurei mas não achei nesse site nenhuma notícia a respeito da delação da Valor. Campana, tu não viu nada??? tu não vai publicar nada???

  3. JÁ ERA...
    domingo, 3 de setembro de 2017 – 4:55 hs

    Não deveria existir este tipo de acordo. Se o cara não admite um
    crime que praticou mas transforma em “informante” passaria a ser
    um simples “cagüete” no jargão popular. O Mantega e o Palocci
    são peça chave para fechar o cerco sobre o Lula e a dona Dilma.
    Cadeia nele !!!

  4. Político
    domingo, 3 de setembro de 2017 – 8:11 hs

    O Guido Mantega é o tipo de sujeito mais baixo que existe. Capacho de qualquer um que tenha poder. Mas foi o grande capachão de Dilma, a retardada (com todo respeito). Então, é um ser humano que não merece a mínima consideração. Deveria ser condenado à prisão perpétua pelos danos causados ao país.

  5. Pirado
    domingo, 3 de setembro de 2017 – 10:56 hs

    Coitado do Temer e do Aécio!! Quanto a Lula e Dilma, esse SAFADO DE MERDA disse que desconhece essas pessoas!! Judiciário VERGONHOSO que permite que NOTÓRIOS LADRÕES DO ERÁRIO enganem todo mundo, na cara dura!!!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*