Janot: Desde 2006, Temer e aliados lideram organização criminosa | Fábio Campana

Janot: Desde 2006, Temer e aliados lideram organização criminosa

Radar On-Line, VEJA

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, acaba de protocolar a segunda denúncia contra o presidente Michel Temer.

Na introdução ao documento de 245 páginas entregue ao Supremo Tribunal Federal, Janot afirma que desde 2006 o presidente e seus principais aliados, incluindo Geddel Vieira Lima e Eliseu Padilha, integram uma organização criminosa.

O grupo, segundo o procurador-geral, atuou em estatais como a Caixa, a Petrobras e a Eletrobras.

“Desde meados de 2006 até os dias atuais, Michel Temer, Eduardo Cunha, Henrique Alves, Geddel Vieira Lima, Rodrigo Loures, Eliseu Padilha e Moreira Franco, na qualidade de membros do Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB), com vontade livre e consciente, de forma estável, profissionalizada, preordenada, com estrutura definida e com repartição de tarefas, agregaram-se ao núcleo politico de organização criminosa para cometimento de uma miríade de delitos, em especial contra a Administração Pública, inclusive a Câmara dos Deputados”, disse o procurador-geral.


3 comentários

  1. Sergio Silvestre
    quinta-feira, 14 de setembro de 2017 – 19:24 hs

    Então,começo agora a desenrolar o liame,Lula pode até ter sido complacente com essa quadrilha,mas Dilma não foi e por isso foi boicotada e tirada a revelia do poder sem nunca ter feito nada ilegal.Só o que me intriga ainda é os outros tão letais como esses pemedebistas,os tucanos demos pepistas talvez nos seus estados eles tem uma blindagem da justiça local,como do caso do Parana.

  2. quinta-feira, 14 de setembro de 2017 – 22:47 hs

    É o que sempre dissemos: LULA, DILMA E O PT SÃO INOCENTES!!

    Todos os ROUBOS foram orquestrados e executados por Temer e Aécio e seus asseclas!

  3. SOLANGE LOPÉS
    quinta-feira, 14 de setembro de 2017 – 23:06 hs

    Certissimo o Janot. Até os pombos que ficam cagando no telhado dos armazéns do Porto de Santos sabiam que todas as negociações de concessões passavam pelas mãos do Temer. Ai a propina comia solta.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*