Grampo ilegal | Fábio Campana

Grampo ilegal

Notícia que pode deixar muita gente do Centro Cívico de cabelo em pé, incluindo aqueles que já foram encontrados pela calvície.
Dois secretários e um primo do governador do Mato Grosso, Pedro Taques, foram presos hoje por suposto envolvimento num esquema ilegal de grampos. Além deles, na mesma operação, dois PMs, a mulher de um deles e um empresário. Houve também a condução coercitiva do corregedor-geral da PM, coronel Carlos Eduardo da Silva.
Pior, tudo aconteceu sem manifestação do Ministério Público, porque a investigação desconfia que promotores também possam estar envolvidos.
O caso veio a público em maio, revelando que adversários políticos de Taques e jornalistas tiveram grampos ilegais em seus telefones.


Um comentário

  1. Rodrigo Jesus
    quarta-feira, 27 de setembro de 2017 – 20:28 hs

    Mais uma vez o ministério publico envolvido em falcatruas e crimes, isso já esta se tornando rotina.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*