Gaeco mira policiais acusados de cobrar propina em Campo Magro | Fábio Campana

Gaeco mira policiais acusados de cobrar propina em Campo Magro

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) faz uma operação especial nesta quinta (28) que investiga policiais que cobravam propina de comerciantes e traficantes em Campo Magro, na Região Metropolitana de Curitiba. Os suspeitos são um escrivão e dois investigadores da Polícia Civil de Almirante Tamandaré.

A operação cumpre três mandados de prisão, dez mandados de busca e apreensão e seis de condução coercitiva. Dois de prisão já teriam sido cumpridos. As informações são do do Bem Paraná.


Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*