Em áudio, Joesley fala de Cármen, Dilma e de gravação com Cardozo | Fábio Campana

Em áudio, Joesley fala de Cármen, Dilma e de gravação com Cardozo

A jornalista Monica Bergamo conta que nos grampos entregues à J&F na semana passada, aparece um áudio em que Joesley Batista e Ricardo Saud, advogado da empresa, falam sobre um diálogo com o ex-ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, que teria sido gravado.
Eles ainda fazem piada sobre uma suposta proximidade de Cardozo, da ex-presidente Dilma Rousseff e da atual presidente do STF, Cármen Lúcia.
Os dois conversam sobre a ideia de atrair Cardozo para um encontro, sob o pretexto de que gostariam de contratá-lo para serviços advocatícios. No meio da conversa, arrancariam do ex-ministro da Justiça informações sobre magistrados do STF. Dependendo do teor delas, entregariam o conteúdo à PGR.
Os executivos da JBS entendiam que os procuradores tinham grande desejo de que as investigações alcançassem o Supremo.
No diálogo, Saud fala a Joesley que já tinha alertado um homem chamado Marcelo [supostamente o ex-procurador Marcelo Miller] de que, para comprometer o STF, o caminho seria José Eduardo Cardozo.
Saud diz ainda a Joesley que teria ouvido de Cardozo que o ex-ministro teria cinco ministros do STF no bolso. A afirmação é considerada uma bravata típica do advogado por interlocutores da própria JBS.
O encontro com Cardozo efetivamente ocorreu e a proposta de contratação também. A armadilha, porém, não teria funcionado a contento.
Cardozo teria feito afirmações genéricas sobre os magistrados e teria inclusive recusado propostas de pagamentos de honorários fora das vias regulares.


3 comentários

  1. AMARAHAL
    terça-feira, 5 de setembro de 2017 – 9:38 hs

    Esse STF tem muita lama …..a sujeirada está nos gabinetes debaixo dos caríssimos ” persas”

  2. Doutor Prolegômeno
    terça-feira, 5 de setembro de 2017 – 10:57 hs

    Gilmar Mendes tem toda e extensa razão em relação ao PGR expirante. É uma infâmia e uma irresponsabilidade lançar dúvidas sobre um papo furado, uma conversa fiada de um ex-ministro de Dilma que, para se jactar de alguma relevância, se refere a ministros do STF. Isso é para tirar o foco da verdadeira desídia que existe quanto à essa e outras delações furadas, nas quais alguns membros do MPF entraram de cabeça, e acabaram dando uma flechada no próprio pé.

  3. PEDROCA DO SUDOESTE
    terça-feira, 5 de setembro de 2017 – 11:06 hs

    PGR e STF e os Batista, princi´palmente seu Joesley, não se sabe quem esconde mais o jogo e mente na história. Depois, não querem que a população cada vez mais desacredite em nossos magistrados, a cada dia uma notícia nova e diferente, nunca se sabe o que é verídico e o que é falso. Estamos a cada dia que passa em um mato sem cachorros.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*