Deputada Claudia Pereira nega acusações | Fábio Campana

Deputada Claudia Pereira nega acusações

Ontem à tarde, Claudia Pereira, do PSC, foi ouvida por videoconferência como testemunha de defesa do marido, o ex-prefeito de Foz do Iguaçu, Reni Pereira.
Reunião com membros de organização criminosa em Foz, indicação de cargos em empresas que prestavam serviço à prefeitura e compra de votos fizeram parte dos questionamentos relacionados às Operações Pecúlio e Nipoti.

O primeiro relatório diz respeito a uma suposta reunião de membros de uma organização criminosa de Foz do Iguaçu. Entre os documentos, uma fotografia comprova que a organização se reunia várias vezes. Segundo a deputada a foto mostra que os encontros eram apenas confraternização, encontros que não tratavam de trabalho e apenas para relaxar.

O segundo relatório foi sobre troca de mensagens via celular e aponta que Claudia indicava nomes de pessoas para trabalhar em empresas a serviços da prefeitura. As mensagem são de setembro de 2013, quando Claudia era secretária de Assistência Social. Sobre isso, a deputada explicou que o prefeito assim que assumiu a cidade precisou declarar moratória. Ela afirma que fez nomeações na secretaria que tocava, mas que eram servidores de carreira. Assim que a moratória acabou ela então começou a mandar os nomes para cargos de diretores e coordenadores que não precisavam de concurso público. O motivo: necessitava de profissionais de confiança nos cargos.

Terceiro relatório foi a respeito de uma suposta compra de votos durante as eleições de 2014 para eleger Claudia Pereira como deputada estadual. Segundo as investigações, a compra de votos era em troca de vale combustíveis. Cada eleitor trocava o voto por 10 litros de gasolina em um posto em Foz do Iguaçu. Claudia disser que o “santinho” divulgado com essa informação da troca de combustível trazia o número que nem mesmo era o dela para votar. E que em 2013, data de produção do santinho, não era candidata ainda.


3 comentários

  1. Andrea
    terça-feira, 12 de setembro de 2017 – 12:02 hs

    Nunca fez e sabe de nada, nocente, mas bem mentirosa!!

  2. Walter Bergasse
    terça-feira, 12 de setembro de 2017 – 14:20 hs

    A mais pura verdade: brasileiro não sabe votar!

  3. Denner Rogers
    terça-feira, 12 de setembro de 2017 – 17:09 hs

    E o tão propalado caminhão mamógrafo apodrece ao tempo aqui em Foz.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*