Bravatas | Fábio Campana

Bravatas

O presidente Michel Temer usou o termo ‘bravatas’ ao se referir àquela parte da conversa gravada que teve com Joesley, quando o empresário falava sobre seus esquemas com o judiciário e que por isso não achou necessário tomar alguma providência a respeito. Depois o próprio Joesley tratou mais ou menos assim o assunto, a dizer que estava jogando uma isca para o presidente. E hoje cedo embarcou para Brasília para conversar com Janot e tentar convence-lo de que, de fato, é o rei da bravata.
É mais fácil assumir isso do que arriscar os benefícios que recebeu pelo acordo firmado.
Vamos ver como se comporta o arqueiro Janot, que pode ter disparado flecha no pé.


Um comentário

  1. terça-feira, 5 de setembro de 2017 – 15:33 hs

    pelo jeito, acabou o bambu !

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*