As trapalhadas da delação de Joesley | Fábio Campana

As trapalhadas da delação de Joesley

Joesley Batista entregou à Procuradoria-geral da República novos áudios que estavam em seu gravador. Isso deixou a Polícia Federal com a pulga atrás da orelha. A iniciativa do empresário só aconteceu depois que a PF revelou que localizou dados apagados em seu equipamento.
Ainda não veio a público o que tem na nova entrega de Joesley, se é a mesma coisa que a PF já descobriu ou se vem conteúdo novo pela frente. De qualquer maneira ele terá que se explicar: por que não entregou o material completo na época?
Outra coisa, na semana passada o ministro Edson Fachin concedeu mais dois meses para a JBS entregar provas com documentos complementares à PGR, mas isso aconteceu depois da JBS entregar anexos, por medo de perder prazo.

(Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil)


5 comentários

  1. Doutor Prolegômeno
    segunda-feira, 4 de setembro de 2017 – 13:29 hs

    Trapalhadas ou jogral? Agora, às vésperas de outra flecha de bambu podre, lembram que havia mais gravações e conversas mil. As investigações no Brasil resumem-se a grampos, fofocas e dedurismo. Algumas instituições jogaram a constituição e as leis no lixo e inventaram o direito achado no bueiro.

  2. Sergio Silvestre
    segunda-feira, 4 de setembro de 2017 – 13:38 hs

    A trapalhada foi o que uma virgula num depoimento que durou dias.Esse Pais não é serio mesmo.

  3. Político
    segunda-feira, 4 de setembro de 2017 – 14:18 hs

    Esse Joesley ganhou tanto dinheiro, roubando o povo no governo PTista, que será devedor eterno de Lula, o esperto e Dilma, a deficiente. Defenderá Lula e Dilma até a morte.

  4. FUI !!!
    segunda-feira, 4 de setembro de 2017 – 15:31 hs

    O Joesley e a sua turma são cobra criadas. Vai acreditar em macaco velho !?

  5. Leonir Krull
    segunda-feira, 4 de setembro de 2017 – 19:53 hs

    Será que é trapalhada? quem deve saber é Janot e aquele promotor (procurador) que deixou a PGR para advogar para JBS…

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*