Ainda sobre os recibos | Fábio Campana

Ainda sobre os recibos

O grande problema dos recibos apresentados pela defesa de Lula à investigação da Lava Jato não é o calendário cristão e os inverossímeis 31 de junho e 31 de novembro. O fato é que Glauco Costamarques afirma que não recebeu aluguel nem de Marisa Letícia, nem de Lula, nem de ninguém entre fevereiro de 2011 e 2015. Ele diz que os alugueis passaram a ser pagos depois de 2015 e de todo imbroglio que se formava contra o petista (o imóvel ocupado por Lula teria sido adquirido pela empreiteira Odebrecht, por meio de Glaucos – suposto laranja do ex-presidente no negócio -, como forma de propina a Lula, réu por corrupção passiva e lavagem de dinheiro).
Os advogados de Costamarques agora pedirão ao Sírio-Libanês os registros de entrada para visitas do advogado Roberto Teixeira e do contador João Muniz Leite em novembro de 2015 no hospital. Costamarques estava internado e diz que assinou todos os recibos de uma única vez naquela ocasião a pedido dos visitantes.
A cruzada se dá entre o que Lula diz e o que Glauco Costamarques afirma. A Lava Jato entende que não foram feitos pagamentos.


2 comentários

  1. Antônio Álvaro Rosar
    quinta-feira, 28 de setembro de 2017 – 19:07 hs

    Mariza vive!

  2. BETO
    sexta-feira, 29 de setembro de 2017 – 9:18 hs

    Como é que pode esse LULA ser tão vagabundo

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*