"Afirmações mentirosas de criminoso que busca amenizar a pena" | Fábio Campana

“Afirmações mentirosas de criminoso que busca amenizar a pena”

O governador Beto Richa emitiu Nota Oficial em que declara sua indignação, contesta todas as afirmações do delator que lhe dizem respeito e anuncia as medidas que tomará.

Nota oficial do governador Beto Richa

O governador Beto Richa classifica as declarações do delator como afirmações mentirosas de um criminoso que busca amenizar a sua pena. Tais ilações sequer foram referendadas pela Justiça. E suas colocações são irresponsáveis e sem provas. O governador afirma que nunca teve qualquer contato com o senhor Eduardo Lopes de Souza e sequer fez ou pediu para alguém fazer qualquer solicitação a essa pessoa para a campanha eleitoral de 2014. Todas as doações eleitorais referentes à eleição de 2014 seguiram a legislação vigente e foram aprovadas pela Justiça Eleitoral.

O governador lembra que foi a própria Secretaria de Estado da Educação que, em abril de 2015, detectou disparidades em medições de algumas obras de escolas e abriu auditoria interna sobre o caso. De imediato, o governador determinou a demissão de todos os envolvidos. As informações levantadas internamente também foram repassadas à Polícia Civil, Ministério Público e Tribunal de Contas do Estado para que tomassem as medidas cabíveis. É importante salientar ainda que a Polícia Civil do Paraná investigou e prendeu os suspeitos na denominada Operação Quadro Negro, a qual jamais teve qualquer tipo de informação antecipada.

Cabe lembrar ainda que, conforme despacho do governador Beto Richa, a construtora Valor e seus responsáveis foram punidos administrativamente pelo Governo do Estado. Nesse despacho do governador, a empresa foi declarada inidônea para participar de licitações com a administração pública e foi aplicada uma multa de R$ 2.108.609,84.
Seguindo determinação do governador, a Procuradoria Geral do Estado também entrou com ações civis públicas na 1.ª, 4.ª e 5.ª Varas da Fazenda Publica por dano ao erário contra a construtora Valor e pessoas ligadas à empresa, incluindo o senhor Eduardo Lopes de Souza. Os pedidos de indenização pelos danos causados ao Estado somam R$ 41.091.132,80. Há ainda ações de improbidade administrativa contra os envolvidos, que também buscam ressarcimento dos cofres públicos.

Ou seja, todas as medidas cabíveis foram tomadas para reparação e ressarcimento do erário público e punição dos envolvidos.

Curitiba, 1 de setembro de 2017
Assessoria de imprensa do governador


11 comentários

  1. falido e ainda mal pago
    sexta-feira, 1 de setembro de 2017 – 13:46 hs

    KKKKKK. Ei Beto cuecão de seda,agora se abraça com o camundongo júnior e chora. Depois dessa, vossa excelência não se elege nem para inspetor de quarteirão!

  2. Doutor Prolegômeno
    sexta-feira, 1 de setembro de 2017 – 14:20 hs

    Delação virou prova insofismável e irrefutável, que alça o delator à condição de herói e repositório de todas as virtudes humanas. O processo penal brasileiro hoje dispensa outras provas e investigações, em face da delação. É a república bananeira em sue esplendor e glória.

  3. Doutor Prolegômeno
    sexta-feira, 1 de setembro de 2017 – 14:20 hs

    Delação virou prova insofismável e irrefutável, que alça o delator à condição de herói e repositório de todas as virtudes humanas. O processo penal brasileiro hoje dispensa outras provas e investigações, em face da delação. É a república bananeira em sue esplendor e glória.

  4. Jose Nascimento
    sexta-feira, 1 de setembro de 2017 – 14:23 hs

    Ultimamente o eleitor anda engolindo cada cobra, que um dia desse vai vomitar uma Anaconda, ao ver essa noticia tive um pesadelo, sonhando que hoje era o dia 31 de Fevereiro.

  5. Walter Oliveira
    sexta-feira, 1 de setembro de 2017 – 15:05 hs

    Já sei, o Governo do Estado do Paraná pagou milhões por escolas que nunca foram construídas e o Beto Richa não sabia de nada. Estou certo?

  6. Veredito
    sexta-feira, 1 de setembro de 2017 – 16:19 hs

    Li, reli e cheguei a conclusão sobre os textos acima: tudo merda…obras de pessoas sem a mínima ideia do que estão falando. É só arranjar um empreguinho para eles que tudo acaba em pizza e o acusado passa a ser herói.

  7. Jaferrer
    sexta-feira, 1 de setembro de 2017 – 16:27 hs

    É, delações são válidas para uns,mas “afirmações mentirosas” quando atingem outros. Esse Beto merece o mesmo fim dos petralhas, a cadeia.

  8. da Silva
    sexta-feira, 1 de setembro de 2017 – 18:03 hs

    Vai contar historia para boi dormir, vem me dizer que o governo paga minhões de reais para construir escolar e não sabia que tinha maracutaia. O golpe seria na construção das delegacias cidadãs que o governo mandou projetar e orçar e não saiu do papel, aí partiram para construção das escolas. Acorda eleitores vamos botar esse sujeito e o filho para trabalhar de verdade.

  9. da Silva
    sexta-feira, 1 de setembro de 2017 – 18:25 hs

    Em viagem para Miami o Fanini comprou um Rolex e deu de presente para o Beto, só pode ser brincadeira o Beto não iria aceitar um mimo desse, pega mal e como explica em casa que o zé mané deu um reloginho básico, o Zé Richa e o Tio Jamil lá de Londrina devem estar se perguntando onde eu errei.

  10. FULO DE GRAÇA
    sexta-feira, 1 de setembro de 2017 – 18:44 hs

    Tem que foder esses borra botas pra alguém pagar o pato e largar de ser besta, aprender a ser ético e dizer não quando a turma chega afagando.

  11. Rock
    sexta-feira, 1 de setembro de 2017 – 19:36 hs

    Vibrou quando Lula foi delatado e agora acha que delação é perseguição ´da para entender.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*