A delação, o crápula e a mídia interessada | Fábio Campana

A delação, o crápula
e a mídia interessada

O delator Eduardo Lopes de Souza, da Construtora Valor, não apresentou uma única prova objetiva, material, de suas denúncias que envolvem meio mundo da política nativa, inclusive o governador Beto Richa. Nada. E ele mesmo diz que as provas que poderia ter foram destruídas por “precaução”. Mesmo assim, sua delação “vazou” segundo a conveniência política e negocial de quem opera nesta outra atividade criminosa, a de forçar a barra contra inimigos escolhidos a dedo.

Fato comprovado e sem sombra de dúvida é a falcatrua operada pelo empreiteiro que fraudou medições, falsificou relatórios e recebeu pelo que não tinha feito. Aí estão as escolas que ele não construiu. Em ruínas. Esse foi o golpe aplicado por ele e sua quadrilha. Inconteste. Agora, ele dizer que o dinheiro que apurou nessa bandalheira foi para este, isto ou aquilo, não o justifica, não o absolve e não anula a evidência de que é um crápula.

Pois bem. Lopes de Souza quer passar de ladrão à vítima. De assaltante de cofres públicos a inocente útil explorado pelos políticos. Parece incrível, mas há quem caia na esparrela. Lopes de Souza tem ajudas poderosas. Parte da mídia, por deformação do desejo de audiência ou por servir a interesses outros, trata Lopes de Souza como dono da verdade, mesmo que essa verdade seja apenas a palavra de um empreiteiro ladrão.

Lopes de Souza fez um acordo de delação premiada pelo qual escapa da cadeia e recebe outros benefícios. Em troca de acusar governantes e políticos, vai para casa de tornozeleira e continua a administrar o seu negócio. Pejo? Vergonha? Qual o que. Lopes de Souza se sente o grande vitorioso. Saiu da enrascada passando o mico para o colo dos políticos.

É óbvio que Lopes de Souza tem o apoio de uma oposição desmoralizada pela sua própria sujeira e que vê a oportunidade de enxovalhar a imagem do adversário, no caso o governador Beto Richa e os principais nomes do Tucanato nativo. Lopes de Souza é um delator sem provas, mas com muita argúcia política. Soube encaminhar suas aleivosias contra o governo, como se atendesse a um pedido pré formulado, e disso extraiu benefícios dos notórios interessados em atingir o governo.

Lopes de Souza se comprometeu a entregar provas materiais que embasariam sua delação. Mas antes de mais nada, informou que destruiu documentos, planilhas e conversas ao celular. Soube que seria alvo de uma investigação policial e tratou de se proteger.

A delação de Lopes de Souza precisa ser homologada pelo STF. Está nas mãos do ministro Luiz Fux, que não tem convicção de que os termos e o caráter da delação são adequados e se há o suficiente para justificar a abertura de um processo. Cabem as perguntas: Por isso a delação vazou? Para pressionar o STF e especificamente Luis Fux?

Cabe também a pergunta: quem vazou? Qual seu interesse? A quem serve? O processo, diz-se, saiu da PGR. Circulou em rodas várias nas mãos de ex-promotor, ex-secretário de Estado e fiel servidor de um cacique político. É o que está em averiguação.

Qualquer que seja o resultado final desta falcatrua sobre a falcatrua, dois efeitos são incontestáveis: 1) Lopes de Souza está lépido e fagueiro, adaptado à sua tornozeleira, a contar vantagens de sua esperteza; 2) A delação sem provas criou prejuízos incalculáveis para Beto Richa e todos os demais arrolados. Mais uma vez a fórmula foi aplicada. A denúncia vaza seletivamente, é entregue seletivamente para um veículo de comunicação que se dá ares de imprensa investigativa, e prejudica a imagem do desafeto. Até quando?


22 comentários

  1. Roberto rodrigues
    segunda-feira, 4 de setembro de 2017 – 13:26 hs

    Porque sua opinião só serve pra favorecer o Beto Richa ? Com o lula é tudo verdade absoluta. Me poupe….

  2. Sergio Silvestre
    segunda-feira, 4 de setembro de 2017 – 13:36 hs

    Campana,não sei se vai publicar o que eu vou escrever aqui,mas acho que no entardecer da vida,quando não podemos mais tomar 3 garrafas de vinho,quando nos recolhemos para nossa sacada para observar não se sabe até quando as estrelas e a Lua,olha .eu sou daqueles sanchos panças românticos,não troquei as cachoeiras de mel para não poder ter minhas sinceras convicções.
    Tá na hora dos homens que pensam,nos cavaleiros desmontados,começar a dar um pouco para sua Patria,a coisa tá nojenta,as desculpas mais ainda e não podemos ficar aqui como egides de crápulas, e daqui 10 20 ou mais anos não estaremos mais aqui e eles estarão e vão continuar roubando..

  3. Pirado
    segunda-feira, 4 de setembro de 2017 – 13:44 hs

    Tá, mas Beto Já PROCESSOU O CABRA? Não? Por que não? Medo? Ou burrice mesmo?

    Explico: SE ALGUÉM ME ACUSA DE ALGO QUE NÃO FIZ, EU, EU MESMO, VOU PRA CIMA DO FILHO DA PUTA, COM PROCESSOS DE TODA ORDEM!!

  4. antonio
    segunda-feira, 4 de setembro de 2017 – 13:56 hs

    Pimenta nos olhos dos outros é refresco. Quando vazavam delações da oposição tudo era verdadeiro. Agora, tudo é mentira. Tudo farinha do mesmo saco. Ladrões não tem lado, não tem partido. E quando instados a falar negam tudo (como se alguém fosse dizer que é verdade que roubou ou se beneficiou). Essa das contas aprovadas pelo TSE, todos falam, todas as contas aprovadas. Vergonha. Se não fosse de interesse do andar superior o primeiro roubo já teria sido detectado e o processo interrompido. Continuou com a certeza da impunidade.

  5. ZEZÃO PÉ DE MESA
    segunda-feira, 4 de setembro de 2017 – 14:13 hs

    Este texto é só porque foi incluído o nome da família Barros?

  6. Rossby
    segunda-feira, 4 de setembro de 2017 – 14:19 hs

    Esse cenário é o paralelo estadual da delação dos irmãos Batista em nível federal. Muita promessa e nenhuma entrega. Mais um bandido que vai tentar escapar da justiça e posar de perseguido por políticos corruptos.

  7. Do Interior....
    segunda-feira, 4 de setembro de 2017 – 14:24 hs

    Essa denúncia, quando está no meio a educação, não é de estranhar se tiver um dedinho de professo e da APP no meio disso, tentando arranjar uma denúncia para o governador.

    Esse pessoal de esquerda é capaz de tudo.

  8. Azedo
    segunda-feira, 4 de setembro de 2017 – 14:47 hs

    Campana preste um serviço à Justiça e dê os nomes dessa galera toda: “ex-promotor, ex-secretário de Estado e fiel servidor de um cacique político”.
    Só um perfeito idiota pra acreditar numa delação sem provas vinda de um criminoso querendo livrar o seu da reta.

    Alguém avisa pra esse Lopes de Souza que até os bandidosley da JBS estão com o “Ú” na mão por não terem apresentados provas. Ele que se cuide.

  9. leitor
    segunda-feira, 4 de setembro de 2017 – 14:53 hs

    qual sei e-mail @pr.gov.br, doutor campana?

  10. JUSTICEIRO
    segunda-feira, 4 de setembro de 2017 – 15:01 hs

    Não posso acreditar que somente a delação sem provas pela empreiteira VALOR seja a causa dos prejuízos incáculáveis ao Governador Beto Richa. Na verdade essa não é a primeira denúncia feita por delatores contra Richa onde sempre se diz inocente.Não se pode, por outro lado, pretender esconder o que se passa no serviço público e do homem público. Daí porque não há motivos para que o Governador fique revoltado com notícias de “vazamento” a seu respeito.

  11. Macunaíma
    segunda-feira, 4 de setembro de 2017 – 15:27 hs

    O velho é ás nesse tipo de coisa !

  12. xiru de palmas
    segunda-feira, 4 de setembro de 2017 – 15:58 hs

    Por isso eu acho graça:
    QUANDO AS DELAÇÕES VIERAM CONTRA O LULA E O PT, vieram de pessoas ilibadas e honestíssimas.
    QUANDO VEM CONTRA O BETICO E TCHURMA, vem de bandido.
    Ora Campana até o vendedor de pipocas da vila pinto sabe que houve um roubo generalizado na SUDE e que para isso ocorrer era necessário a conivência do alto escalão.

  13. José
    segunda-feira, 4 de setembro de 2017 – 16:19 hs

    Entre os citados, tem nomes que já foram falados em outros rolos do governo, aonde há fumaça, há fogo!!
    Mais investigação … A Casa Caiuuu.

  14. segunda-feira, 4 de setembro de 2017 – 16:35 hs

    Tá explicado a emissora que se julga a defensora dos fracos e oprimidos juntou-se ao Ditador Mor, aquele de cueca na missa, com seu bajulador na mordomia de Brasília. Que pena que os portos não falam.
    Hoje todos querem aparecer vazam delações e o que é pior aceitam delações quaisquer. Virou bagunça.

  15. ALMIR SILVÉRIO.
    segunda-feira, 4 de setembro de 2017 – 16:42 hs

    Parabéns Fabio, pelo testo acima. Eu entendo que a situação da delação, hoje tornou-se um caso tão sério, que os Deputados Federais deveriam parar todos os seus trabalhos em Brasília e modificar imediatamente o instituto da Delação Premiada. O fato tornou-se tão grave que os delatores, quando fazem a delação, da para perceber que eles para contentar o Ministério Público inventam uma história que daria para fazer um filme. A situação mais grave é que o Ministério Público lança na imprensa para jogar a população ao seu lado. No tocante a “Operação Quadro Negro”, podemos notar claramente que o delator inventou muitos fatos para agradar o Ministério Público, onde afirmou que participou em uma reunião na casa do Governador Beto Richa em conjunto com alguns Secretários e Deputados. Já mencionei anteriormente não entendo porque tanto ódio da RPC e a Gazeta do Povo em publicar os fatos sem que o Ministro Luiz Fux, homologasse a delação. Quero aqui manifestar a minha solidariedade ao Governo Beto Richa e seus Secretários que estão fazendo um excelente trabalho no Estado do Paraná. Minha sugestão para as pessoas que foram massacradas nos dias 02, 03 e 04 de Setembro de 2017, pela RPC e a Gazeta do Povo, caso o delator da Operação Quadro Negro não apresente as provas, entre imediatamente com uma ação por Calúnia e Difamação e Perdas e Danos Morais contra esses meios de comunicação que acabaram com suas imagens e dignidades.

  16. Paranaense
    segunda-feira, 4 de setembro de 2017 – 16:56 hs

    Pra mim tanto faz chico ou francisco. Ocorre, preclaro Fábio, que ao que consta, quando as delações são para atingir a quadrilha petista, então está tudo certo e são totalmente válidas; agora quando atinge um tucano desgovernado como esse tal Beto Richa, daí vc faz um auê desse??? Estranho…muito estranho.
    Quero que vão tudo pra cadeia, tanto petistas quanto psdb e outros.
    Pra cima deles, justiça!!!!

  17. Antonio Tadeu Meneses
    segunda-feira, 4 de setembro de 2017 – 18:18 hs

    Ao mesmo tempo não se pode falar que o Beto Richa é santo.

  18. Pirado
    segunda-feira, 4 de setembro de 2017 – 19:27 hs

    Roberto rodrigues, camarada petista: O “POBREMA” É QUE LULA EMBOLSOU 55 MILHÃO, E TENTOU DISFARÇAR A PROPINA COM SÍTIO, TRIPLEX, PALESTRAS QUE NINGUÉM VIU, DOAÇÕES FAJUTAS, ETC., e contra Richa não tem nada disso! Entendeu, petista acabrunhado?

  19. rodrigues
    segunda-feira, 4 de setembro de 2017 – 20:08 hs

    Bora Beto Richa, nada é provado, vamos para o Senado com tudo…..

  20. Paulo Tadeu Macedo Neves
    segunda-feira, 4 de setembro de 2017 – 21:55 hs

    Esse país está precisando urgentemente a cor verde oliva.
    A globo usa a s delações da JBS para tentar arrancar mais dinheiro do governo federal. o Temer resiste.
    Aqui na terrinha a RPT/globo tenta denegrir as imagens do governador e do prefeito para também pegar mais dim dim.
    Está na hora de por a milicada e acabar com esses chupa cabras da mídia.

  21. Carlos
    segunda-feira, 4 de setembro de 2017 – 22:00 hs

    Grande Jaime Sunye que saiu limpo desta pocilga de governo! E vcs que ficam passando pano pra bandido, vergonha na cara! Qdo era pra ferrar Gleize, Dilma e Lula, valia tudo, né? Agora ficam com discursinho canalha… Claro que o cara era bandido… E anters era o q?

  22. joao
    segunda-feira, 4 de setembro de 2017 – 22:25 hs

    Logicamente, cabe a justiça conciliar as provas, consistirem os fatos. E contra fatos comprovados não há argumentos. A sociedade já não suporta impunidades, principalmente, dos que dispõe do foro privilegiado. Um governo que vive reincidentes e constantes turbulências de escândalos, é sinal de que está sendo mal conduzido e totalmente sem controle, e as delações não deixam dúvidas de que pode estar envolvido, face que os maiores protagonista vem de relação extremamente próximo, e de convívio.
    Enfim, a verdade seja esclarecida, e as organizações criminosas sofram as penalidades.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*