Fim do jornal | Fábio Campana

Fim do jornal

Dizer que a Gazeta do Povo acabou porque a internet ocupou o espaço do jornal impresso é forçar uma justificativa para o fim do mais importante diário na história de Curitiba. É óbvio que a internet roubou leitores do jornal impresso, mas além disso houve problemas insanáveis de gestão que abreviaram a vida do jornal. Em outras capitais brasileiras, os grandes jornais sobreviveram e cresceram. Aqui, o mesmo grupo conduziu o fechamento do jornal O Estado do Paraná e do Jornal de Londrina, depois de comprá-los da concorrência.

O endereço na Praça Carlos Gomes já não tem o letreiro Gazeta do Povo e ninguém sabe o que deverá ocupar o espaço; Um supermercado, igreja pentecostal, um novo espigão? O registro fotográfico é do repórter fotográfico Edson Silva.


11 comentários

  1. henry
    terça-feira, 26 de setembro de 2017 – 12:59 hs

    ESTE SERIA O RESULTADO CLARO E LÓGICO PARA UM ÓRGÃO DE IMPRENSA, QUE SE DISPÔS A FICAR AO LADO DOS corruPTos DO pt. ACABOU-SE O (des)GOVERNO DELES, ACABOU A GRANA QUE ENTRAVA FACILMENTE, PRONTO, ACABOU O jornalão E SEUS ASSEMELHADOS DO INTERIOR DO ESTADO.

  2. Roberval Santos
    terça-feira, 26 de setembro de 2017 – 15:00 hs

    Andava de péssima qualidade, já era. A próxima será a RPC, a programação baseia-se em previsão do tempo e trânsito, além de falar mal do Beto. Kkkkk notícias só nas outras emissoras. No final de semana o noticiário desaparece, como se nada no mundo estivesse acontecendo. Já as outras emissoras mantém plantão e notícias permanentes. A RPC parou no tempo e subiu no tamanquinho. Incompetência é falência.

  3. Maquiavel
    terça-feira, 26 de setembro de 2017 – 15:50 hs

    Vários motivos podem ser apontados para este desfecho.

    Eu elenco os que prefiro:
    – monopólio;
    – perda da qualidade editorial;
    – falta de sucessores preparados para dirigir um jornal;
    – EXCESSO DE ALINHAMENTO À GLEISE HOFFMAN;
    – ideologia dos mandatários à frente dos interesses dos leitores;

    Não necessariamente nesta ordem.

  4. Veredito
    terça-feira, 26 de setembro de 2017 – 16:13 hs

    Os atuais diretores da Gazeta estão experimentando o veneno que usaram para eliminar seus concorrentes. Sozinha no mercado, não tiveram capacidade e profissionalismo para atuar numa área em que sempre foram tipo ” em cima do muro”: e estar somente ao lado de quem pagava mais. A crise chegou, a grana acabou, as dívidas aumentaram e o despreparo administrativo jogou no ralo uma história cheia de aventuras. Só quero ver a cara de certos jornalistas que achavam que o mundo era dele e somente a sua verdade é q

  5. Veredito
    terça-feira, 26 de setembro de 2017 – 16:18 hs

    Corrigindo e continuando:”………….que no mundo a única verdade era a deles, agora desempregado, para onde será que irão?

  6. Fiora Neto
    terça-feira, 26 de setembro de 2017 – 17:16 hs

    Triste – para a história e tradição de uma cidade, o seu jornal, por outro lado… os conflitos de interesses, a autofagia da terra, e o egoísmo do grupo todo poderoso…

  7. TO DE OLHO
    terça-feira, 26 de setembro de 2017 – 17:55 hs

    -=-=-=–=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-
    =-=-=-=-=-=-O GAZETA DO POVO COMEÇOU A DESPENCAR QUANDO-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=
    =-=-=-=-=TOURNOU-SE UM JORNAL DE NOTÓRIA TENDÊNCIA POLÍTICA-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-

  8. Paulo Tadeu Macedo Neves
    terça-feira, 26 de setembro de 2017 – 18:18 hs

    Depois de ter vendido a alma e o jornal ao casal do PT, a gazeta deve ter repassado parte dos $ 60 milhões que ganhou do governo corrupto do PT.
    Vai afundar junto com o casal do PT.
    Sobre o local onde funcionava a editora da gazeta, deveria o prefeito Greca tombar para o patrimonio histórico da cidade.
    Afinal ali foi o grande jornal do Paraná, quando dirigido pelo saudoso dr. Francisco e o sr. Lemanski.
    Os pais ergueram os filhos acabaram .

  9. Azedo
    terça-feira, 26 de setembro de 2017 – 18:24 hs

    Também, com tanto barbudinho mau humorado se achando um Paulo Francis das araucárias! Petralharam-se tanto de se ferraram. Nem o colunista social, um chato à beça, escapava: dava nota de aniversário de dona de bordel e se achava um Dino Almeida da vida. Deu no que deu: a gazetona morreu.

  10. Militonto Mortadela
    terça-feira, 26 de setembro de 2017 – 19:31 hs

    A GAZETA DO FRUET FALIU SNIF SNIF SNIF NÃO VAI TER GOUPE!

  11. Do interior
    terça-feira, 26 de setembro de 2017 – 21:44 hs

    Isso que dá se vender ao PT. Perderam leitores e assinantes enquanto ganharam muito, mas muito dinheiro na era petista. Afundado o barco vermelho, a fonte de recursos secou e os sem terra não pagam jornal porque já tem a carta capital e outros blogs. Só restou o fim.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*