STF solta procurador infiltrado de Joesley | Fábio Campana

STF solta procurador infiltrado de Joesley

O Supremo Tribunal Federal mandou soltar o procurador da República Ângelo Goulart, acusado de receber mesada de R$ 50 mil do empresário Joesley Batista em troca de informações sigilosas da Operação Greenfield – investigação sobre rombo bilionário nos maiores fundos de pensão do País.
Goulart foi preso no dia 18 de maio na Operação Patmos.
Os ministros Edson Fachin e Celso de Mello votaram pela manutenção da prisão. Ricardo Lewandowski e Gilmar Mendes votaram para soltá-los.
Em caso de empate, o réu é beneficiado e por isso, Goulart foi solto. A decisão também alcança o advogado Willer Tomaz.


3 comentários

  1. Juca
    terça-feira, 1 de agosto de 2017 – 20:33 hs

    Os ministros soltaram a merda!

  2. eleitor desmemoriado.
    terça-feira, 1 de agosto de 2017 – 20:34 hs

    Nada mais consequente,não soltaram o filho de uma desembargadora preso com uma montanha de drogas?

  3. FUI !!!
    quarta-feira, 2 de agosto de 2017 – 6:48 hs

    Os ministros Lewandowski, Mendes e Toffoli precisam mudar o
    sobrenome para DIARREIA !!!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*