Sob vaias, Gilmar Mendes defende semiparlamentarismo | Fábio Campana

Sob vaias, Gilmar Mendes defende semiparlamentarismo

Em meio a vaias e protesto, o ministro do STF e presidente do TSE, Gilmar Mendes, falou sobre a reforma política durante evento realizado pelo jornal Estado de S. Paulo e o Centro de Liderança Pública hoje.
Alguns participantes levantaram cartazes com os dizeres “Fora Gilmar” e “Vergonha”, além disso, usaram nariz de palhaço. Um dos presentes chegou a ser detido com tomates. O ministro não passou recibo: “absolutamente normal, faz parte da democracia”.
Em sua fala, Gilmar Mendes defendeu o semiparlamentarismo. “A mim me parece que seria um bom passo para o Brasil, para nos blindar de um sistema de crises que se repetem”, afirmou, ao relembrar que dos quatro presidente eleitos na Nova República, apenas dois concluíram os mandatos. Deixaria essa proposta para análise, que nós pensássemos, senão em 2018, para 2022, em um regime que efetivasse o que ocorre na prática e sistematizasse uma blindagem, separasse as crises de governo das crises de estado”.
Ele também criticou a mudança que proíbe a doação de pessoas jurídicas e citou as últimas eleições municipais. “Qual a realidade? De 750 mil doadores, pelo menos 300 mil não teriam capacidade financeira. Tudo indica que já vivemos o fenômeno do uso de laranjas”.


5 comentários

  1. Doutor Prolegômeno
    segunda-feira, 21 de agosto de 2017 – 14:24 hs

    Vivemos um tempo de intolerância e ódio alimentados por algumas autoridades acima do bem o do mal e pela mídia poderosa, tanto para um lado como para o outro. Todo aquele que pensa contra a corrente dominante precisa ser arrasado, guilhotinado e esquartejado, tendo seus retalhos espalhados pelo país. Girondinos e jacobinos se acusando e pedindo sangue e cabeças rolando. No fundo é um país de cabotinos.

  2. Humberto Bridi
    segunda-feira, 21 de agosto de 2017 – 16:19 hs

    Não existe um sistema de governo ideal sem políticos honestos.

    Independente do sistema de governo, exceto se for socialista ou ditadura, com políticos honestos se constrói uma grande Nação!

  3. FUI !!!
    segunda-feira, 21 de agosto de 2017 – 16:19 hs

    O Gilmar Mendes deu uma bela lição a todos os brasileiros do bem.
    Que lá no STF e no TSE quem manda é ele e nada de chamá-lo
    de “diarreia” porque solta todos que vê pela frente. Que país é este !?

  4. eleitor desmemoriado.
    segunda-feira, 21 de agosto de 2017 – 20:45 hs

    Se falar besteiras pagasse imposto coitado deste cara, iria morrer pobre. Aí depois de aposentado não poderia ir viver naquele imóvel que comprou lá na terra de Camões.

  5. Lulano Silva
    terça-feira, 22 de agosto de 2017 – 9:03 hs

    Gilmar, hoje, é o símbolo do Brasil. A defesa dos desonestos está em todas as camadas da sociedade brasileira, em grande parte naqueles que detém o poder. Seja pela ignorância, seja pelo recebimento de vantagens, hoje se defendem os corruptos. Acredite, o PT e Lula ainda têm bastante poder “nesse” país.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*