Richa e Ratinho Junior abrem Conferência das Cidades | Fábio Campana

Richa e Ratinho Junior abrem Conferência das Cidades

O governador Beto Richa e o secretário estadual de Desenvolvimento Urbano, Ratinho Junior, abrem às 18 horas, a 6ª Conferência Estadual das Cidades que deverá reunir mais de três mil pessoas em Foz do Iguaçu. Entidades da sociedade organizada e representantes do poder público vão analisar e discutir até sexta-feira, 18, as melhores soluções aos problemas das cidades e da população. O presidente da Assembleia Legislativa, Ademar Traiano, e o prefeito Chico Brasileiro também participam da abertura do encontro no Hotel Carimã.
“Juntos estamos construindo uma nova política de desenvolvimento urbano e regional no Paraná, para o fortalecimento de cidades inclusivas, com função social, participativas, justas, inteligentes que possam ser a moradia de pessoas com melhor qualidade de vida, mais felizes e livres”, disse Ratinho Junior, presidente do Conselho Estadual das Cidades.

Para a conferência das cidades, estão inscritos 1.563 delegados, mais 984 delegados suplentes, 87 observadores, prefeitos, deputados, vereadores e secretários municipais. A abertura da conferência será feita por Richa e Ratinho Junior e, em seguida,o arquiteto Orlando Brito Ribeiro fará uma palestra magna com o tema: Função Social da Propriedade, Cidades Inclusivas, Participativas e Socialmente Justas.

Na quinta-feira, das 8h30 às 10 horas será realizada a leitura e aprovação do regulamento da conferência estadual. Das 10 às 12h30, haverá abordagens orientativas e motivacionais para os grupos temáticos, em número de três. Durante a tarde, a agenda registrará o trabalho nos grupos temáticos, análise das propostas e entrega para a coordenação executiva.

Das 18 às 19 horas, haverá a reunião dos segmentos para discussão da eleição dos delegados para a 6a Conferência Nacional, que será realizada em Brasília, e para a 4ª Gestão do Conselho Estadual das Cidades. Das 20 às 22 horas, simultaneamente, serão realizados os seminários do Estatuto da Metrópole e de Fracking.

No último dia de Conferência, às 11 horas serão apresentadas na plenária as propostas e moções dos grupos temáticos. Em seguida, a leitura das propostas aprovadas. A eleição dos delegados dos segmentos para a 6a Conferência Nacional das Cidades será a partir das 14 horas. Depois haverá eleição das entidades representantes dos segmentos para a 4a gestão do Conselho Estadual das Cidades 2018/2020.


5 comentários

  1. falido e ainda mal pago
    quarta-feira, 16 de agosto de 2017 – 12:34 hs

    O arquiteto vai dar uma palestra “magma”? Vai ser quente então! kkk
    Mas, de fato, essa dupla da foto só quer aparecer em plena campanha. Compromissos com as cidades, necas de pitibiriba.

  2. Do Mato
    quarta-feira, 16 de agosto de 2017 – 14:02 hs

    Cara de pau

  3. PEDROCA DO SUDOESTE
    quarta-feira, 16 de agosto de 2017 – 18:38 hs

    De novo em FOZ DO IGUAÇU, tempinho para ir ao Paraguay gastar as sobras de diárias e comprar lembrancinhas. Esses Congressos, no fundo são palanques políticos para autoridades, muito papo ,muito lero lero para pouca coisa prática.

  4. Rock
    quarta-feira, 16 de agosto de 2017 – 21:58 hs

    O Inútil com o desagradável unidos.

  5. Marco Apucarana
    domingo, 20 de agosto de 2017 – 17:11 hs

    A pior Conferência que participei, muito mal organizado, era delegado aguardei mais de horas o ônibus passar para pegar os delegados, acidente com o ônibus que transportava a delegação, causando uma morte..lamentável pouca gente na abertura do evento, mostrando a força política que Ratinho Jr talvez não tenha para o Governo de 2018! Vários prefeitos e autoridades não tiveram nem o conhecimento sobre realização do evento. Fomos para Foz achando que teríamos um público notório como veiculado na mídia de três mil
    Pessoas não tinha quinhentas na abertura, cadeiras vazias, constrangendo assim o Secretário Ratinho Jr. O governador Beto Richa e demais autoridades que ali estavam. E ainda, no final tivemos a lamentável discussão entre os movimentos sociais, a polícia foi acionada e ainda a Conferência poderá ser impugnada/anulada. E os gastos ao erário público? Ninguém sabia nos informar sobre hospedagem..dos delegados na hora da chegada no hotel. A SEDU sempre teve excelência na realização de suas Conferências anteriores.. como na 5 eleita a melhor Conferência do Brasil, infelizmente não foi o caso desta. Lamentável agora que já estamos em campanha pro Governo de 2018.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*