Richa destaca o bom ambiente para negócios no Paraná | Fábio Campana

Richa destaca o bom ambiente para negócios no Paraná

O governador Beto Richa apresentou nesta terça-feira (29), em Nova York, os potenciais do Paraná a investidores internacionais. Em reunião na sede do Grupo Itaú nos Estados Unidos, Richa destacou que o Estado vive seu maior ciclo de industrialização e relatou o processo de ajuste fiscal, que permite ao Estado programar investimentos públicos de quase R$ 8 bilhões neste ano.

“Em razão das medidas de ajuste, iniciadas no final de 2014, o Paraná está de pé hoje”, afirmou. “Nós fomos o primeiro estado a fazer o ajuste fiscal. Com as decisões que tomamos, temos a melhor situação financeira e fiscal do País”, reforçou o governador ao citar que as medidas permitiram um incremento de receitas de R$ 900 milhões e uma economia de R$ 2,2 bilhões nas despesas do Estado.

Richa ressaltou que o Paraná é a quinta maior economia brasileira, concentrando 6% do PIB nacional, e conta com a segunda indústria automotiva, terceira indústria de transformação e o quarto maior parque de processamento de petróleo do País, além de um exemplar sistema agrícola. Ele destacou que no primeiro semestre deste ano, o Estado cresceu 2,5%, frente a uma redução de 0,4% no PIB nacional. As exportações paranaenses também tiveram alta de 14% no período.

O governador também relatou que a melhora do diálogo do Executivo com o setor produtivo e a atração de investimentos pelo programa de Paraná Competitivo, que somam quase R$ 43 bilhões, fazem com que o Estado se destaque no cenário internacional. “O Paraná Competitivo foi apontado pelo jornal Financial Times como um dos programas de incentivos fiscais mais efetivos do mundo”, disse.

Ele também salientou que a mesma publicação coloca o Paraná como o Estado que tem a melhor estratégia de investimentos na América Latina. Além disso, o grupo britânico The Economist apontou o Paraná como o segundo estado mais competitivo do País, atrás apenas de São Paulo.

“Quando assumimos, o Paraná era o quinto estado mais competitivo do País, segundo o The Economist. Em 2013 saltamos para o terceiro lugar e em 2015 e 2016, nos tornamos o segundo estado mais competitivo do Brasil”, disse Richa.

Outro destaque foi a melhora na classificação na agência Fitch, uma das maiores do setor, que elevou o rating nacional do Paraná de AA (bra) para AA+ (bra). Com o aumento da nota de crédito, o Paraná fica a um degrau do nível AAA, que é o máximo de avaliação de risco da agência.

INFRAESTRUTURA – Além das estratégias e incentivos para a atração e ampliação de negócios privados, o governador afirmou que o Governo do Estado investe fortemente na melhoria da infraestrutura. Ele citou os investimentos recordes da Copel, de R$ 13 bilhões, e da Sanepar, de R$ 4 bilhões, nos últimos anos. As duas companhias estatais são consideradas as melhores do País em seus setores.

O sistema rodoviário também passa por melhorias, reforçou o governador Beto Richa. Ele demonstrou que centenas de quilômetros de rodovia estão em duplicação no Paraná. Além disso, o governo estadual programou R$ 2,3 bilhões para a conservação e manutenção das rodovias estaduais.

Outro tema do encontro foi o Porto de Paranaguá, que se destaca pela gestão e modernização. O Estado investiu R$ 600 milhões em melhorias na estrutura do porto, além de R$ 1,2 bilhão investidos pela iniciativa privada no sistema portuário paranaense. Desde 2011, foram feitas três operações de dragagem para aumentar a capacidade de atracação. “Os maiores navios do mundo atracam em Paranaguá”, afirmou Richa.


2 comentários

  1. Sergio Silvestre
    quarta-feira, 30 de agosto de 2017 – 8:37 hs

    Negócios ou negociatas.

  2. MC JUNIOR
    quarta-feira, 30 de agosto de 2017 – 10:16 hs

    E os servidores, quando vamos receber os salários que temos direito por Lei?

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*