Requião sem voz | Fábio Campana

Requião sem voz

Com o fim do recesso, parlamentares voltaram a disputar os microfones do Congresso. Ontem, no Senado, Roberto Requião ansiava por dar seu show, quando José Medeiros concedeu mais tempo para a senadora Vanessa Grazziotin concluir o discurso.
— É um prazer escutar a senadora, disse Requião.
Em seguida, perdeu a vez para Humberto Costa (PT-PE), que tem prioridade por ser líder.
Contrariado, mas sem poder impor a fala como gosta de fazer, ele disparou em tom de ironia:
— Excelência, escutar o senador Humberto Costa é um deleite para este plenário!


5 comentários

  1. Parreiras Rodrigues
    sexta-feira, 4 de agosto de 2017 – 14:33 hs

    Além de tudo, péssimo o gosto do senador quanto à qualidade de oradores. Ter prazer em ouvir Vanessa Grazziotin e Humberto Costa é detestar os próprios ouvidos. Fazê-los de penicos, porque não.
    Aliás, o Congresso todo se ressente das falas de um Alencar Furtado, por exemplo, dum Ulysses.

  2. Troll
    sexta-feira, 4 de agosto de 2017 – 16:31 hs

    Mais um pouco vão mandar o Pinóquio lavar as xícaras de cafèzinho enquanto a tigrada discursa . rsrsrsrs…

  3. agricultor
    sexta-feira, 4 de agosto de 2017 – 17:51 hs

    Triste figura.Representante do raso e do néscio na política.Já era.

  4. cicero
    sexta-feira, 4 de agosto de 2017 – 19:21 hs

    e melhor não deixar falar mesmo poque só fala M ou voce ja viu alguem que tem diarréia cerebral falar algo que preste

  5. sexta-feira, 4 de agosto de 2017 – 20:09 hs

    Vai acostumando Requião, seus dias estão contados…é o FIM – The end – il Gran Finale – arrivederci capo di tutti i capi – Não deixarás saudades! como diz Dante à porta do Inferno (Político): “Lasciate ogni speranza, …” !

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*