Reforma política? | Fábio Campana

Reforma política?

Entre as estrelas que brilham nos noticiários da semana, está a chamada reforma política. Mas até agora pouco se vê de alguma coisa que, de fato, mude o sistema. Temos puxadinhos, gambiarras, estica daqui e puxa dali para as eleições, principalmente as próximas. A maioria das discussões tem relação com dinheiro, com fundo para campanha, arrecadação etc. Uma exceção é o ‘distritão’, que de fato muda a maneira de votar e se eleger.
O ‘distritão’ parece bom na teoria: quem tem voto, ganha. Mas o legislativo está a apostar na máxima de mudar um pouco para que tudo continue igual, isto é, terá voto e ganhará aquele que já tem poder consolidado, nome conhecido e força em suas bases eleitorais. É um acerto para que quem já está continue: quem tá fora não entra, quem tá dentro não sai.
O imbroglio pode ser maior ainda: imagine a possibilidade de um local ter deputados de só um partido, pode acontecer.
Os fatos apontam: não há nenhuma preocupação verdadeira com a democracia, mas todo tipo de acordo com o poder.


2 comentários

  1. quarta-feira, 16 de agosto de 2017 – 10:40 hs

    São todos de fato e de direito uns RAPINAS, vou
    votar nulo, faça o mesmo demonstre sua intranquilidade política

  2. Do Interior...
    quarta-feira, 16 de agosto de 2017 – 13:34 hs

    Bando de bandidos!.

    Toda reforma política deveria valer só para depois de dez anos. Isso evitaria leis como esta, para beneficiar os que estão no mandato.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*