Projetada por Ney, Linha Inter-Hospitais completa 20 anos | Fábio Campana

Projetada por Ney, Linha Inter-Hospitais completa 20 anos

A linha de ônibus Inter-Hospitais, projeto de Ney Leprevost quando era vereador de Curitiba, está completando 20 anos neste mês de agosto.

Ela liga os principais hospitais da capital, facilitando o acesso aos moradores de Curitiba e de pessoas vindas de outros municípios. É uma linha circular, que roda num raio de três quilômetros na área central e conta com ônibus especiais com elevador de acesso e adaptados para pessoas com deficiência. No início era na cor branca, para se diferenciar dos demais ônibus e facilitar a identificação do coletivo.

De acordo com Ney, a prefeitura poderia rever a forma de pagamento da tarifa nesta linha. “Hoje a cobrança é feita somente por cartão transporte, o que dificulta o acesso para as pessoas que chegam de outras cidades para receber tratamento de saúde em Curitiba”, afirmou.

Ney explica que quando era da Associação dos Amigos do Hospital de Clínicas foi procurado pela irmã Glacy, uma freira que trabalha voluntariamente no hospital e contou sobre o problema de locomoção dos pacientes. “Imediatamente procurei o Fric Kerin, na época presidente da URBS, e conseguimos implementar este benefício para a população mais carente. O que era um sonho virou realidade”, conta Ney.

“O Ney Leprevost é um anjo bom que apareceu na vida dos pacientes mais humildes”, declarou a freira Irmã Glacy, voluntária no Hospital de Clínicas da UFPR.

O ponto de partida é a Estação Rodoferroviária e passa próximo a Unimed Alto da XV, Hospital Evangélico, Hospital Pequeno Príncipe, Hospital Cajuru, Hospital das Nações, Hospital de Clínicas, Unidade de Saúde Mãe Curitibana, Hospital Militar, Hospital Nossa Senhora das Graças, além de vários outros estabelecimentos da área de saúde.


3 comentários

  1. Carla
    quarta-feira, 23 de agosto de 2017 – 11:24 hs

    O Ney Leprevost trabalha muito pela saúde . É um ótimo deputado .

  2. Jonas Guimarães
    quarta-feira, 23 de agosto de 2017 – 11:45 hs

    Este onibus é muito bom. Sempre utilizo nao tenho dinheiro e o poco q tenho para comprar remedio obrigado Ney

  3. Alysson Rueda
    quarta-feira, 23 de agosto de 2017 – 11:48 hs

    Meu muito obrigado por pensar na população carente. Acho que a PMC deferia voltar a cor original branca pois facilitava a identificação. No mais meus parabéns pela iniciativa

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*