Petrobras mais enxuta | Fábio Campana

Petrobras mais enxuta

Informa Lauro Jardim:
No balanço do segundo trimestre da Petrobras, divulgado ontem, um número importante ficou meio escondido — o número de funcionários, que hoje somam 63.152.
Quando se compara o segundo trimestre com o mesmo período do ano passado, anota-se uma redução de 18% de pessoal.


5 comentários

  1. Olmir
    domingo, 13 de agosto de 2017 – 10:48 hs

    Interessante,….. e ou seja a diretoria estaria enquadrando a empresa ao novo cenário, ….. desfazendo de ativos depoisi de gigantesca farra e má gestão, foram tantas ocorrências. Mas atendo apenas em minhas posições pessoais e de associada em investimentos, não cabe citar o nome por questões legais, mas descrevendo brevemente digo a respeito de ocorrência em empresa do setor petroquímico, das megalomanias e fanatismo comunistas dos dois ultimos presidentes da república, e ou seja a ilustre, de sabe que foi ordenada pelo seu mestre, usou do termo de descruzamento, de fato não havia cruzamento algum, sim a posição acionária de investido via pessoal e depois de empresa de posição acionária pessoal detidas, antiga, formando conjunto de acionistas somando com a a petroquímica da petro e player internacional do setor químico, a ilustre uso do abuso do poder, quando no poder, fez espécie de dissolução de de empresa, pois essa possuía recursos em caixa, o suficiente para assumir posição acionária da ordem de um quinto na petro, mesmo tendo a química da petro como sócia e assim como outras pessoas e fundos via bolsa e mesmo a química internacional´, a ilustre usou da má fé e abuso do poder para fazer dissolução e ou seja, dizendo em caráter pessoal e da empresa da qual sendo acionista, desrespeitou a constituição, quebrou direitos de simples cidadão brasileiro, trabalhador e investidor, conforme declarado e de impostos pagos, causando problemas e prejuizos ainda sequer dimensionados, mas como quase todo esse tipo de ocorrências não poderiam faltar má fé e desrespeitos assim como corporativismo( se crê que partidário e de militãncia” tal como se configurou em reclamação a Cvm, MPF. sendo que a segunda relatou que não possuia dados suficientes para iniciar procedimento investigatório e de reparação de direitos, e ou seja não respeito os diretos de simples cidadão cumpridor de suas obrigações, agiu em má fé e favorecimento corporatista e a favor da ilustre eleita e ou de seu mestre, aque fez de tudo para dissolver uma empresa que tendo acesso a participação acionária teia as possibilidades de cadeiras de diretoria e mesmo do conselho de administração da ilustre petroleira, e ou de outro modo de dizer fez de tudo para favorecer e dar tais postos para os quadros de politicos do seu partido e ou seus aliados, prejudicou iniciativas empresariais e direitos de investidor antigo, assim como por sequ~encia forçõu e ou objetivamente determinou a paralização de obras de complexo petroquimico, onde a empresa investia segundo cronogram coisa da ordem de então algo em torno de um bilhão de verdinhas, obras paradas a três anos, pequenos comerciantes, restaurantes, hoteis. e outros fecharam e ou faliram pois se instalaram para atender as necessidades do complexo. ….. Outras ações da ilustre e ou de seu mestre e a quem recebia ordens, mesmo essas sendo contra os direitos de cidadão brasileiro, trabalhador e investido, legamente feitos e de impostos pagos e declarados, outros coisas não relacionadas a petroleira e sim a militância comunista e a cidadãos estrangeiros e de dupla cidânia, ocorro~encia onde os dois ilustres agiram e foram obediente ao chamado coroné das leiteiras, foram borra e lambe botas do corné e de país e governo de país baixo e rasteiro, e dentre outras ocorr~encia tais como o do evento de diretor de player banqueiro internacional, evadiu recurso que os tais do dito coroné espoliaram e roubaram de simples cidadão brasileiro, isso no pós três décadas e meia de perseguições, prejuizos de toda ordem e sorte, ameaças e atentados, tentativas de lixamento físico e moral, e até espécie de sequestro,…..

  2. Sergio Silvestre
    domingo, 13 de agosto de 2017 – 10:48 hs

    Mesmo sendo lesada pelos bandidos que ai estão sempre esteve enxuta,ve sem tem algum trouxa aqui,quer dizer que em um ano a empresa quebrada se reerguei,cambada de canalhas.

  3. Palpiteiro
    domingo, 13 de agosto de 2017 – 12:10 hs

    Não adianta enxugar. Tem que privatizar. Privatizar tudo de A a Z.

  4. eleitor desmemoriado
    domingo, 13 de agosto de 2017 – 19:45 hs

    Será que uma coisa está ligada a outra? Ou se trata sim de competência no lugar da incompetência? Ou a soma das duas coisas? Imagine-se a estatal do petróleo com um quadro ainda mais enxuto e com ainda com uma gerência ainda mais competente, com certeza voltará ser o que já foi no passado antes das desastrosas administrações pestistas.

  5. Regis
    domingo, 13 de agosto de 2017 – 23:36 hs

    Tipo mandaram o contador embora e contrartaram um escritório de contabilidade?
    Menos credulidade, Srs.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*