O que a justiça fala sobre Gleisi | Fábio Campana

O que a justiça fala sobre Gleisi

Hoje, pela primeira vez após mais de três anos do início da Operação Lava Jato, um parlamentar será interrogado pelo Supremo.
“Considero que as declarações em colaboração premiada seriam suficientes para juízo de recebimento da denúncia. Aqui há elementos que vão muito além das declarações prestadas em colaboração premiada, de modo que considero preenchidos os requisitos para o recebimento da denúncia e voto nesse sentido”, ministro Teori Zavaski.
“A denúncia descreve fatos. A denúncia é rica em pormenores, está confortada em elementos de convicção suficientes para que a denúncia seja recebida. Os denunciados tinham plena ciência do esquema criminoso e da origem espúria dos recursos que receberam”, subprocurador-geral da República Paulo Gustavo Gonet.
“Se é certo que o depoimento do agente colaborador somente ele não pode servir de suporte a qualquer condenação penal, trata-se, na verdade, de uma clara restrição legal, mas de outro lado nada impede que as declarações emanadas de agentes colaboradores possam subsidiar a ação do Ministério Público. Como bem destacou o ministro Teori Zavascki, há outros elementos que autorizam nessa fase inaugural do processo penal o recebimento integral da denúncia contra os acusados”, ministro Celso de Mello.
Gleisi Hoffmann e Paulo Bernardo negam as denúncias.


Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*