MPF pediu suspeição de Gilmar para julgar Jacob Barata | Fábio Campana

MPF pediu suspeição de Gilmar para julgar Jacob Barata

via Blog do Lauro Jardim

O Ministério Público Federal no Rio de Janeiro havia pedido que Rodrigo Janot defendesse a suspeição de Gilmar Mendes (na foto, à esquerda) nos processos envolvendo a Fetranspor e o empresário Jacob Barata Filho.

No documento, enviado em julho para Janot, o MPF no Rio de Janeiro relacionou links de reportagens mostrando fotos do ministro ao lado de Beatriz Barata, filha do empresário, de quem Gilmar foi padrinho de casamento.

O pedido foi encaminhado a Rodrigo Janot em 25 de julho. Como Gilmar Mendes decidiu liminarmente a soltura dos presos, não chegou a ouvir a PGR, o que impediu Janot de se manifestar.

Gilmar Mendes mandou soltar o empresário nesta quinta-feira.


2 comentários

  1. Doutor Prolegômeno
    sexta-feira, 18 de agosto de 2017 – 11:30 hs

    Janot é um lame fat duck.

  2. sexta-feira, 18 de agosto de 2017 – 15:01 hs

    A Lei é feita para beneficiar os amigos da corte.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*