Leis e mais leis. Para quê? | Fábio Campana

Leis e mais leis. Para quê?

Texto da Câmara Municipal de Curitiba:

Outubro já é conhecido mundialmente desde a década de 1990 como o mês do combate ao câncer de mama. A Prefeitura de Curitiba e a Câmara Municipal aderem às companhas de prevenção anualmente para conscientizar as mulheres da necessidade de realizar exames para detectar a doença previamente, mas ainda não existe uma lei que oficialize a data no município. Pensando nisso, o vereador Dr. Wolmir Aguiar (PSC) protocolou um projeto de lei para instituir no Calendário Oficial do Município a campanha denominada ‘Mês Outubro Rosa’.

Perguntas minhas: Será que precisamos de mais uma lei? Não dá simplesmente para a Saúde de Curitiba continuar acompanhando o calendário como tem feito nas últimas décadas? E a hierarquia das Leis? Não basta se subordinar às leis federal e estadual?


4 comentários

  1. Maquiavel
    quarta-feira, 9 de agosto de 2017 – 10:32 hs

    O Pastor Wolmir precisa mostrar produção…

    Como não tem capacidade de fazer algo que atenda ao povo, fica chovendo no molhado e fazendo lei que já existe…

    Esperar o que destes vereadores pastores…

  2. Parreiras Rodrigues
    quarta-feira, 9 de agosto de 2017 – 10:39 hs

    Uma revisão minuciosa, consciente e cientifica no estúpido volume de leis existentes no Brasil, poderiam reduzi-lo a três quartos do existente. Facilitaria o conhecimento das realmente importantes e o consequente aplicar da justiça.
    A nossa Constituição é prolixa, com uma oferta maior de direitos ensejando a canonização de uma Democracia que leva também a deturpação dos valores, dos costumes, da ética.

  3. Simões
    quarta-feira, 9 de agosto de 2017 – 11:41 hs

    Para quem não tem o que fazer e ganha 15 mil por mês, tem que mostrar alguma coisa. Pede licença e vai atender o telefone(para não dizer outra coisa).

    Se a Prefeitura não consegue cumprir as leis já existente, ficam inventando leis que nunca serão cumpridas.

    Faz o seguinte vereador, exige que a prefeitura de Curitiba fiscalize o abuso dos motoristas no uso de vagas de deficientes e idosos sem credencial nos supermercados e outros, ou faça um adendo a Lei existente obrigando os proprietários de supermercados e afins a fiscalizar e punir os recalcitrantes pois aquela cambada de funcionário da Secretaria competente não faz nada a muito tempo, ficam passeando e multando as pessoas sem um mínimo de bom senso, enquanto os verdadeiros culpados não estão nem asi para esta porcaria de secretaria.

  4. Sergio Silvestre
    quarta-feira, 9 de agosto de 2017 – 19:05 hs

    O BRASIL SEM LEI,ENTÃO SERIA BOM FAZER UM CHARUTÃO DE PAPEL COM ELAS E SOCAR NO RABO DESSES QUE FINGEM FAZER JUSTIÇA.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*