'Lava-Jato será mudança permanente ou episódica?', pergunta Moro ao NYT | Fábio Campana

‘Lava-Jato será mudança permanente ou episódica?’, pergunta Moro ao NYT

O juiz Sergio Moro demonstrou preocupação sobre as força da Lava-Jato para gerar mudanças duradouras na luta contra a corrupção no Brasil. Em reportagem publicada ontem pelo jornal americano “New York Times” sobre seu trabalho na operação, o magistrado admitiu que a Lava-Jato quebrou a lógica da impunidade da corrupção no Brasil, mas questionou se esse impacto será permanente. As informações são d’O Globo.

“Da forma como eu enxergo, o caso conhecido como Lava-Jato representa o fim da impunidade como regra no Brasil para este tipo de crime. A questão é: será uma mudança permanente ou apenas algo episódico?”, disse o juiz ao jornal.

Hoje, o coordenador da força-tarefa da Lava-Jato, Deltan Dallagnol, também demonstrou receio de que as ações da Lava-Jato sejam o equivalente a “enxugar gelo” se acompanhadas de nenhuma renovação na política.

Na entrevista ao NYT, Moro disse não se arrepender da divulgação dos telefonemas do ex-presidente Lula.

“Eu acho que a democracia vence quando, digamos, as pessoas descobrem o que seus lideranças fazem nas sombras. Especialmente quando o que eles estão fazendo é ilícito”, disse o juiz.

De acordo com a reportagem, que destaca a fama obtida pelo juiz devido à sua participação na Lava-Jato, Moro admiitu que sua popularidade foi importante para a investigação.

“Foi importante de forma que esses casos, que implicaram pessoas poderosas, não foram obstruídos de alguma forma”, admitiu.


2 comentários

  1. Palpiteiro
    domingo, 27 de agosto de 2017 – 12:32 hs

    Essa gente fala pelos cotovelos e estão começando a aparecer fatos e fofocas. A avaliação da população sobre a operação já foi bem melhor e gente como aqueles que concederam perdão perpétuo para os crimes mais abomináveis estão manchando a reputação da operação, por motivos pessoais e de vingança. Falar muito é grande defeito dos próceres da operação. Boca fechada não entra mosca.

  2. Rock
    domingo, 27 de agosto de 2017 – 15:11 hs

    O Palpiteiro esta certo esse Moro e esse Dallagnol passam mais tempos dando entrevista a jornais e revistas do que cuidando como deviam da lava jato que a muito perdeu a credibilidade pela sua opção de seletividade.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*