Juntos e misturados | Fábio Campana

Juntos e misturados

Na hora do aperto, PMDB e PT se entendem. A caixa-preta do BNDES continua inexpugnável porque os senadores Romero Jucá, do PMDB, e Humberto Costa, do PT, orientaram suas bancadas a negar urgência ao projeto que quebra o sigilo de operações do BNDES.


Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*