'Indícios de falha na aplicação' | Fábio Campana

‘Indícios de falha na aplicação’

O diretor de epidemiologia da Secretaria Municipal de Saúde de Curitiba, Alcides Augusto de Oliveira, disse que a sindicância aberta pela administração municipal aponta para uma falha na aplicação como a causa da morte da paciente de 62 anos, que teve uma reação adversa após tomar a vacina da gripe. Internada desde o final de abril, a mulher morreu neste fim de semana, “Houve uma falha na aplicação da vacina. Há indícios de que houve falhas neste procedimento de aplicação. A unidade ficou fechada e, neste período, os servidores foram capacitados”.
A aplicação da vacina foi feita na Unidade de Saúde do Medianeira, no bairro Boa Vista. Quatro servidores respondem a processo administrativo pelo caso e aguardam a conclusão dele.
Segundo o diretor, é importante que a população entenda que o caso foi pontual: “na cidade toda de Curitiba não houve nada semelhante a isto. Portanto, é possível deixar claro que ela é uma vacina segura. É de suma importância que as pessoas procurem as unidades”.

 

 


2 comentários

  1. segunda-feira, 21 de agosto de 2017 – 15:23 hs

    mas fica a pergunta, “quem vai ser a proxima vitima de uma outra falha?”

  2. Veredito
    segunda-feira, 21 de agosto de 2017 – 17:07 hs

    Tá bom, foi falha na aplicação. Mas que tipo de falha foi esta? A seringa era usada? A vacina estava vencida ou foi reaproveitada? Que falha foi esta prefeito?

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*