Governo reabre negociação com professores | Fábio Campana

Governo reabre negociação
com professores

O governo Beto Richa reiniciou negociações com a APP-Sindicato, dos professores. Em reunião sobre a pauta de reivindicações da categoria, a secretária de Educação, Ana Seres, e o chefe da Casa Civil, Valdir Rossoni, reiteraram que as faltas relativas aos dias 16 e 17 de março e 30 de junho serão mantidas. O mesmo valerá para os que aderirem à paralisação programada para 30 de agosto. Já em relação à data-base, outra demanda dos servidores, as tratativas ficarão a cargo da Secretaria da Administração.


5 comentários

  1. BETO
    terça-feira, 8 de agosto de 2017 – 16:36 hs

    Esses Professores tem que parar de querer fazer a cabeça de nossos filhos nas Escolas em torno da ideologia fascista de Lula da Silva. Ora, não adianta fingir nem tentar enganar pois todos sabemos que quase no geral, os professores são adeptos aos fascistas barbudos de rosto suado e sujo. Acordem Professores para esta desgraceira chamada PT. Nos respeitem, respeitem nossos filhos e a DEMOCRACIA que tanto amamos.

  2. Jotinha
    terça-feira, 8 de agosto de 2017 – 16:58 hs

    Claro, certo o Governo, daqui a pouco eles inventam alguma coisa pra parar toda semana e querem que fique tudo por isso mesmo, pensar nos alunos? que nada.

  3. Azedo
    terça-feira, 8 de agosto de 2017 – 17:15 hs

    Justo descontar as faltas. E os 72 dias que essa cambada não deu aula em 2015, como fica?

  4. xiru de palmas
    terça-feira, 8 de agosto de 2017 – 18:40 hs

    Mas que bela negociação por parte do governo.
    A data de 30 de agosto é comemorada com paralisação dos professores há 27 anos.
    E o Gastossoni quer agora, como uma forma amigável de negociar, prometer lançar falta para o professor que aderir a paralisação.
    Vá negociar assim com o “polaco da nhanha”.

  5. Juscelino alves
    terça-feira, 8 de agosto de 2017 – 20:40 hs

    Esses sanguessugas de dinheiro público
    Educação uma porcaria
    Só querem dinheiro
    Ptzada preguiçosa

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*