Gi e Gui: bonito, o amor | Fábio Campana

Gi e Gui: bonito, o amor

Do Augusto Nunes:
Gilmar Mendes não vê nada de mais na insistência em julgar o caso que envolve Jacob Barata, pai de uma afilhada de casamento. Guiomar Mendes não vê nada demais no buquê de flores enviado por Barata ao casal, com palavras de eterna gratidão.
Guiomar jura que nem se lembra de ter recebido as flores. “É impossível recordar quantas flores já nos foram enviadas com objetivo de nos cumprimentar”, alega. A miopia esperta da dupla de doutores é de chorar, mas tudo tem seu lado bom: o Brasil constatou que a a mulher que chama de Gi o marido que a chama de Gui nasceram um para o outro.


Um comentário

  1. Doutor Prolegômeno
    quinta-feira, 31 de agosto de 2017 – 14:25 hs

    esse jornalista previsa de uma dentadura melhor. a atual deforma a boca.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*