Forças Armadas sofreram corte de 44% e temem colapso | Fábio Campana

Forças Armadas sofreram corte de 44% e temem colapso

Nos últimos cinco anos, as Forças Armadas sofreram corte de 44,5% no orçamento, os recursos passaram de R$ 17,5 bilhões para R$ 9,7 bilhões – os valores não atingem gastos obrigatórios com alimentação, salários e saúde dos militares.
Atualmente, segundo o comando das FA, os recursos que a pasta tem hoje são suficientes para cobrir gastos até setembro. O plano, caso a situação se mantenha, é de reduzir expediente e antecipar a baixa dos recrutas.
Uma das consequências da falta de recursos já tombou na Diretoria de Fiscalização de Produtos Controlados do Exército, responsável por monitorar o uso de explosivos: perdeu parte da capacidade operacional para impedir o acesso a dinamites por facções criminosas, como o Primeiro Comando da Capital e o Comando Vermelho, que roubam bancos e caixas eletrônicos.
Integrantes do Alto Comando do Exército, Marinha e Aeronáutica avaliam que há um risco de ‘colapso’. O governo diz que está ‘se esforçando’ para resolver assuntos graves, “entretanto, qualquer ampliação de limites, sem que haja redução em outros ministérios, depende do aumento do espaço fiscal”.


4 comentários

  1. segunda-feira, 14 de agosto de 2017 – 9:35 hs

    nos últimos 5 anos era a mandioqueira que estava no poder, então ,o corte e proposital.

  2. Doutor Prolegômeno
    segunda-feira, 14 de agosto de 2017 – 11:21 hs

    O Brasil vai se tornar um estado do RJ em escala nacional. O alto barnabelato de todos os poderes e os anexos metidos a poder são o alto clero da frança pré-revolucionária com seus privilégios, auxílios e vantagens régias. Le prémiére état, com seus duques, condes e marqueses da república do barnabelato. Enquanto isso, os barnabés comuns e os serviços essenciais que comam brioches ou pão amanhecido.

  3. TADEU ROCHA
    segunda-feira, 14 de agosto de 2017 – 11:54 hs

    FORÇAS ARMADAS SOFRERAM 44%, PERGUNTO PORQUE NÃO OS DEP. AI JÁ É OUTRO PROCESSO,

  4. segunda-feira, 14 de agosto de 2017 – 15:11 hs

    Estendam aos Deputados, Senadores e aos tribunais e toda a justiça

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*