Em Paranaguá, veículos do Uber são apreendidos por serviço irregular | Fábio Campana

Em Paranaguá, veículos do Uber são apreendidos por serviço irregular

Após o anúncio de que o aplicativo Uber estaria funcionando na cidade, e a Secretaria Municipal de Serviços Urbanos salientar que isso seria irregular, várias denúncias informaram a presença de veículos particulares realizando o serviço. Somente na terça-feira, 22, três veículos foram abordados devido ao serviço irregular e seus condutores sofreram as sanções legais. “Como algumas pessoas ainda persistem com a prática desse transporte remunerado de passageiros de forma irregular, a secretaria, no uso de suas atribuições no que tange à fiscalização no município, está aplicando o rigor da lei”, disse o coordenador de terminais de ônibus e táxi da Secretaria de Serviços Urbanos, Cristiano Arajara. As informações são da Folha do Litoral.

De acordo com Arajara, os veículos foram abordados conforme o que prevê a lei. “Foram abordados, ontem, três veículos e aplicamos o que diz a lei 3.605/16 que proíbe o uso de carros particulares cadastrados em aplicativos para transporte remunerado individual de pessoas e dá outras providências”, informou. “Na ocasião, aplicamos a multa prevista de R$1.700, houve apreensão do veículo até o pagamento da multa, conforme prevê a lei”, afirmou. O coordenador destacou, ainda, que também foi aplicado o que está previsto pelo Código de Trânsito Brasileiro (CTB). “O CTB diz em seu artigo 231, inciso 8.º que aquele que faz transporte remunerado sem estar licenciado incorre nessa multa”, comentou.

A fiscalização conta com o apoio da Guarda Civil Municipal. “Com o apoio da GCM, através da Superintendência de Trânsito, foi lavrado o auto de infração de trânsito para esses veículos”, comentou, explicando como aconteceu a ação. “Todos os carros estavam com pessoas que solicitaram o transporte e estão, inclusive, como testemunhas do transporte irregular”, afirmou.

DENÚNCIAS

As denúncias do transporte irregular têm chegado até a secretaria. “As denúncias estão ocorrendo até porque é um transporte que não traz segurança. O Uber não traz qualquer identificação do seu condutor ou do veículo. Diferente dos táxis que tanto o veículo quanto o motoristas possuem cadastro, os veículos são plotados e identificados”, destacou. “Friso que o Uber não traz segurança para os usuários. Peço à população que evite esse tipo de transporte”, enfatizou. As denúncias podem ser feitas através do telefone (41) 3420-2916.


Um comentário

  1. Marco Rodrigues
    quarta-feira, 23 de agosto de 2017 – 21:11 hs

    Ridículo esse secretário de merda e esse prefeito dinossauro tecnologia chegando na cidade e eles querendo impedir ou tem algum esquema por trás!!!!!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*