Diálogo de "otoridades" | Fábio Campana

Diálogo de “otoridades”

Para se avaliar a qualidade de nosso parlamento, vejam o que aconteceu no debate da reforma política. Os deputados Danilo Forte e Lúcio Vieira Lima protagonizaram diálogo, no mínimo, estranho: “Eu sou proativo”, disse Forte. “Proativo? O senhor é hiperativo”, provocou Lima. Forte encerrou, arrancando risos: “Graças a Deus! Melhor que ser passivo!”.


Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*