'Complô de suplente' | Fábio Campana

‘Complô de suplente’

A Câmara Municipal de Curitiba aceitou denúncia contra Katia Dittrich‏, do Solidariedade, e vai abrir uma Comissão Processante para apurar os fatos.
Acusada de ‘fazer cachorro’ com o salário de seus comissionados, isto é, pedir que cada um encaminhasse a ela um percentual de seus vencimentos, a vereadora nega. Acusa um ex-vereador, que hoje é suplente, de fazer um ‘complô’ para tirá-la do cargo e diz que “analisar as ligações [telefônicas] serviria para esclarecer o caso.
Os ex-servidores dizem ter extratos bancários como provas de que mensalmente depositavam parte dos salários na conta da vereadora.
Se o caso for comprovado, pode resultar em sanções criminais e perda do mandato.
Farão parte da Comissão Processante: Toninho da Farmácia, Cristiano Santos e Osaias Moraes, investigação e julgamento não podem ultrapassar 90 dias.


5 comentários

  1. Francis
    terça-feira, 22 de agosto de 2017 – 10:53 hs

    Complô? Que piada. Só não explicou a razão dos depósitos em sua conta…

  2. Estatística
    terça-feira, 22 de agosto de 2017 – 10:54 hs

    Ela que vá pedir manifestações dos mais de 1200 cachorros que ela salvou e que, segundo ela mesma, a elegeram,

  3. JUSTICEIRO
    terça-feira, 22 de agosto de 2017 – 11:22 hs

    VEREADORA KATIA – Se isso acontece com a apropriação de dinheiro de seus servidores pode-se imaginar a mesma situação com o dinheiro das doações destinado aos animais.

  4. mané
    terça-feira, 22 de agosto de 2017 – 11:27 hs

    Será que é só ela que faz isso ? Será que ninguém mais faz isso ?

  5. mané
    terça-feira, 22 de agosto de 2017 – 11:28 hs

    O suplente já está no aquecimento. Já vi ele numa loja comprando um terno para assumir.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*